Bolsonaro nomeia ex-diretor da PF para cargo na embaixada do Brasil em Washington

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

13/05/2021 14h05 — em Mundo

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro nomeou o ex-diretor da Polícia Federal Rolando Alexandre de Souza para o cargo de adido da Polícia Federal na embaixada do Brasil em Washington.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (13). Ele ficará no posto por três anos.

Rolando assumiu o cargo na PF em maio do ano passado.

A escolha de Souza ocorreu após o ministro Alexandre de Moraes, STF (Supremo Tribunal Federal), ter barrado o nome de Alexandre Ramagem, amigo da família do presidente, para o comando da polícia.

Rolando virou diretor-geral em um momento turbulento, após o ex-ministro Sergio Moro pedir demissão acusando o presidente de querer interferir nos trabalhos da corporação.

O delegado deixou o comando da corporação em 6 de abril, menos de um ano após sua indicação, e foi substituído por Paulo Maiurino.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Mundo