Compartilhe este texto

TCU aponta que falta de governança reflete no crescimento de favelas no Amazonas

Por Portal Do Holanda

02/03/2024 21h10 — em
Manaus


Foto: Jander Robson / Portal do Holanda

Manaus/AM -  Um levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), apontou que a grande quantidade de favelas do Amazonas são resultantes da falta de governança interfederativa.

A conclusão partiu após uma análise para a implementação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU), que apontou ainda, que a ausência de regularização fundiária contribui para ampliação do problema.

Dados do IBGE 2020 sobre o Amazonas mostram que o estado estava no topo da lista de maior proporção de domicílios em favelas, com 4.144.597 pessoas, possuindo 1.138.985 moradias, sendo 393.995 delas irregulares. Já a capital, Manaus, aparece com maior proporção de residências em favelas (53%), atrás apenas da capital paraense, com 55%.

De acordo com o ministro do TCU e relator do levantamento, Jorge Oliveira, influenciam principalmente no crescimento das favelas a baixa capacidade administrativa que não possui boas políticas públicas, que afeta mobilidade, saneamento e habitação.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Manaus

+ Manaus