Preparativos para live ‘Momento de Oração’ acontecem em Manaus

Por Portal do Holanda

30/10/2020 13h53 — em Manaus

Live de Finados acontece na segunda-feira, às 17h - Foto: Altemar Alcântara /Semcom

Manaus/AM - A Prefeitura de Manaus começou os preparativos para o “Momento de Oração”, que será realizado na segunda-feira (2), Dia de Finados, sem público e com a presença de líderes de diversas religiões. Foi iniciada a limpeza do local, que receberá a estrutura de onde será transmitida a live, a partir das 17h, no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, zona Oeste.

Além de homenagear os mortos, a celebração buscará levar conforto aos que perderam familiares e amigos por causa da covid-19. “Infelizmente, por conta da pandemia, neste ano não poderemos ir aos cemitérios. Então, devemos permanecer em casa e respeitar o isolamento social. O nosso momento será para isso. Mesmo em um período difícil, será de energias positivas”, afirmou o subsecretário municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), Einsenhower Campos.

Como forma de cumprimento do decreto municipal 4.801, que prevê ações de segurança e prevenção contra a covid-19, os cemitérios públicos de Manaus seguirão fechados para visitação no Dia de Finados. A medida tem como objetivo principal zelar pela segurança da população, evitando aglomerações e um possível aumento no número de casos na capital.

Para que a data em um ano atípico e sensível, devido a pandemia, não deixe de ser celebrada, representantes de diversas religiões estarão juntos no “Momento de Oração”, que terá transmissão ao vivo na página da prefeitura no Facebook, a partir das 17h, no link http://facebook.com/prefeiturademanaus. “Vamos homenagear os mortos e honrar cada uma de suas religiões. Com isso, queremos combater também a intolerância religiosa”, afirmou o subsecretário da Semulsp, Einsenhower Campos.

A live contará com a participação de nove líderes de diferentes vertentes religiosas, apresentadas conforme sua inserção na história local. Elizete Ticuna dará início ao evento, seguido do arcebispo de Manaus, dom Leonardo Steiner e padre Zenildo (Igreja Católica), Valter de Nazaré (Protestantes da Ordem dos Ministros Evangélicos do Amazonas, Alberto Jorge (Matrizes Africanas), Murilo Laredo (Gestão de Comitê Israelita), Afonso de Ligorio Machado (Igreja Messiânica), Tamer Mohamed (Centro Islâmico de Manaus), Dilton Vasconcelos (Federação Espírita) e Chagdud Gonpa – Budismo (Ione Pinheiro).