Prefeito de Manaus se diz indignado e ameaça membros do Ministério Público

Por Portal do Holanda

27/01/2021 18h42 — em Manaus

(Foto: Reprodução/Instagram)

Manaus/AM - O prefeito de Manaus, David Almeida, distribuiu uma nota à imprensa na noite desta terça-feira (27) após o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) pedir sua prisão preventiva, além da secretária municipal de saúde, Shadia Fraxe, e de pessoas que teriam furado a fila da vacinação contra a Covid em Manaus. 

No pronunciamento, David se diz indignado com o que qualificou o Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), e afirma que entrará com “medidas cabíveis contra os responsáveis”. "Além disso, não há o menor indício de desvio de recursos públicos, ato lesivo ao erário ou repercussão criminal. Reitera a confiança no Poder Judiciário, nas instituições e na gestão transparente da cidade de Manaus.", finaliza.

Pedido de prisão -  A representação criminal do Ministério Público foi baseada nas investigações do Gaeco, e pede ainda o afastamento dos investigados dos seus respectivos cargos, além de busca e apreensão. No caso de David, MPAM aponta indícios de prática de Falsidade Ideológica e Peculato.

Na decisão, o desembargador plantonista José Hamilton Saraiva dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), declinou a competência para Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), por entender que se trata de crime federal, de interesse da União. 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus