Melo destaca competência de nova conselheira do TCE

Por

17/06/2014 15h56 — em Manaus

O governador do Amazonas, José Melo, destacou a sensibilidade peculiar à mulher como principal característica da nova conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins Santos, empossada em solenidade realizada na sede do TCE, zona centro-sul de Manaus. A auditora é a segunda mulher da história do Tribunal de Contas do Estado a assumir cadeira no colegiado, já tendo passado por várias funções técnicas na Corte.
 
José Melo ressaltou a carreira exemplar da conselheira que tem mais de 38 anos de trabalho dedicado ao judiciário. “A doutora Yara é uma pessoa diferenciada que passou em varias funções dentro do Tribunal de Contas e tem um currículo invejável. Ela sempre analisou a coisa pública, o dinheiro do povo e a boa aplicação dele levando em consideração dois pontos importantes: a lei e a realidade amazonense, já que uma coisa é governar na capital, outra coisa é administrar em Japurá, Pauini, Canutama, sem se afastar da lei sempre colocando a dose de ternura, isso tudo a torna uma boa julgadora”, afirmou José Melo.
 
Yara Lins afirmou em seu discurso que procurará continuar atuando de forma dedicada e comprometida com a lei. “Foi realizado um sonho de mais de trinta e oito anos de dedicação e trabalho nesta corte. Atuei em todos os setores técnicos desta Casa e espero agora somar mais ainda meus esforços ao crescimento deste tribunal”, disse a conselheira.
 
O governador do Amazonas participou da solenidade de posse acompanhado da primeira-dama do Estado, Edilene Melo. O evento, que foi presidido pelo presidente da Corte, conselheiro Josué Filho, também contou com a presença do prefeito de Manaus, Artur Neto, do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Neto, além de deputados federais, estaduais, vereadores, familiares e amigos da nova conselheira.
 
A conselheira Yara Lins Santos foi escolhida pelo governador José Melo para o cargo por merecimento, dentre a classe de auditores. O nome dela foi referendado, por unanimidade, pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, na quarta-feira da semana passada. Ela assumirá a relatoria das contas da Copa do Mundo e a presidência da Segunda Câmara.
 
Manaus na Copa – Durante sessão solene no Tribunal de Contas do Amazonas, o governador José Melo falou sobre a avaliação positiva que a cidade de Manaus recebeu da Federação Internacional de Futebol em relação ao primeiro jogo da Copa do Mundo realizado na capital amazonense. De acordo com Melo, o relatório apontou a melhor organização e hospitalidade e a Arena da Amazônia ainda foi escolhida como a mais bela do país. “O relatório da Fifa diz que foi a melhor organização, o estádio mais bonito e o povo mais encantador, o que mais podemos querer? Nossa expectativa, portanto, é que amanhã se repita a mesma coisa. O que eles mais ficaram entusiasmados foi a forma gentil, carinhosa e organizada como nossos garotos e garotas que atuaram como voluntários trataram as pessoas”, ressaltou o governador que ainda afirmou que o bom desempenho se estendeu ao pós-jogo, nas praças, bares e ruas da cidade.
 
Para José Melo, a boa avaliação de Manaus perante a Fifa como uma das cidades-sede da Copa do Brasil mais organizadas e seguras poderá resultar em bons frutos, principalmente para o turismo. “Valeu a pena todo o esforço que o povo do Amazonas fez porque esses conceitos feitos por aqueles que têm vozes que se estendem internacionalmente, podem ser as vozes que irão transformar o Amazonas num lugar bom para se fazer turismo, o que nós sempre sonhamos”, finalizou.
 
Currículo de Yara Lins – De acordo com informações da assessoria do TCE, a conselheira Yara Amazônia Lins Rodrigues dos Santos é formada Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Amazonas e em Direito pela Universidade Paulista. Nasceu em Manaus no dia 5 de abril de 1957.
 
Filha dos tabeliães Terezinha de Jesus Lins Rodrigues e José de Araújo Rodrigues, Yara Lins Santos é casada com o médico cardiologista Fausto Vieira dos Santos com quem tem três filhos.
 
Iniciou os estudos no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, onde fez cursou todo o antigo 1º Grau. Antes de ingressar na Ufam em 1975, estudou o 2º Grau no Colégio Dom Bosco. Em 2007, tornou-se bacharel em direito pela Unip. A conselheira Yara Lins Santos é formada ainda na Fundação Getúlio Vargas em administração financeira e pessoal.
 
A conselheira ingressou no Tribunal de Contas no ano de 1975, onde exerceu diversas funções, entre elas a de técnico de Controle Externo; inspetora de Controle Externo e secretária de Administração.
Por sua qualidade profissional, Yara Lins Santos foi promovida, por merecimento, ao cargo de auditor-adjunto, atuando como assessora técnica da presidência e assessora direta da presidência. No ano de 2002, foi promovida, também por merecimento, à função de auditor, onde passou atuar nas relatorias das contas dos gestores públicos do Estado. Por diversas vezes, nos últimos anos, atuou como conselheira-substituta, tendo direto a voto nas sessões ordinárias.

Como auditora, Yara Lins Santos atuou ativamente na Comissão de Legislação e Regimento Interno do Tribunal de Contas do Amazonas e já coordenou o Programa Nacional de Modernização do Sistema de Controle Externo.
 
De 2008 a 2013, foi membro titular da Primeira Câmara do TCE. Até a semana passada, quando foi escolhida para o cargo de conselheiro, por merecimento, dentre a classe de auditores, pelo governador José Melo, Yara Lins Santos atuava como auditora-corregedora do Tribunal de Contas desde o início deste ano.