Camelôs fazem protesto na Cidade Nova

Por Portal do Holanda

08/11/2014 14h12 — em Manaus

A manifestação teve início na noite desta sexta-feira (07), na Avenida Noel Nutels, Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Vendedores ambulantes afirmaram terem sido pegos de surpresa pela apreensão de suas mercadorias por fiscais da Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab).

Revoltados,  atearam fogo nos tapumes de um shopping em construção naquela área.  Veja vídeo e a versão da Prefeitua de Manaus

 

O QU7E DIZ A PREFEITURA DE MANAUS

 

A Prefeitura de Manaus afirma que realizou duas operações na noite desta sexta-feira, 7, que resultaram na apreensão de CDs e DVDs piratas, bebidas alcoólicas, bijuterias e carrinhos de churrasco. As ações foram nas zonas Norte e Leste e todos os produtos foram apreendidos por serem comercializados irregularmente.

 

O trabalho foi realizado por servidores da Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab). Os produtos piratas, o carrinho de churrasco e as bijuterias foram apreendidos na Avenida Noel Nutels, Cidade Nova, próximo ao prédio do Shopping Samaúma. A prefeitura chegou até o local após denúncia de que ambulantes ocupavam irregularmente as calçadas da área para o comércio, impedindo, consequentemente, a passagem dos pedestres.

 

“Estas pessoas que estavam comercializando sem autorização na Avenida Noel Nutels receberam mais de cinco notificações para que saíssem do local. No entanto, não atenderam as solicitações. Outras pessoas também estavam se instalando naquela área, causando grande desordem, principalmente no período da noite. Além do comércio, a própria sujeira deixada no local foi denunciada pelos moradores”, explicou a gerente de Operação da Sempab, Ewanúbia Ribeiro.

 

Na zona Leste, a fiscalização da prefeitura apreendeu seis caixas de isopor com bebidas alcoólicas em garrafas de vidro e latas. A operação foi deflagrada em conjunto com a Polícia Militar e outros órgãos municipais na avenida Autaz Mirim.

 

“A Polícia Militar solicitou a prefeitura a ação nas áreas próximas a casa de shows, bares e restaurantes na zona Leste. Não foi difícil encontrar o comércio irregular”,  disse a gerente de Operação.

 

Todo material apreendido foi encaminhado para a sede da Sempab, localizada na Rua Carvalho Paes de Andrade, nº140, são Francisco, zona Sul. Os responsáveis pela mercadoria têm o prazo de até cinco dias para tentar reavê-las. Os objetos não poderão ser resgatados se forem piratas ou bebidas alcoólicas, pois os mesmos são descartados pela prefeitura.