Câmara de Manaus recorre da decisão que suspendeu construção de prédio anexo

Por Portal do Holanda

23/09/2021 15h47 — em Manaus

Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

A Câmara Municipal de Manaus recorreu da decisão da justiça que suspendeu o processo licitatório da construção do prédio anexo da casa.  A informação foi dada pelo vereador Amom Mandel (sem partido), nas redes sociais na tarde desta quinta-feira (23). Ele e o vereador Rodrigo Guedes (PSC) foram contra a contrução do prédio e entraram com uma ação popular na justiça na semana passada pedindo a suspensão.

No prédio anexo seriam construídos 51 gabinetes para os vereadores no valor de quase R$ 32 milhões. Porém os vereadores Amon e Guedes informaram que Manaus tem apenas 41 vereadores e o número só aumentaria quando a cidade tivesse cerca de 6 a 7 milhões de habitantes. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade só vai atingir tal população no ano de 2060, ou seja, cerca de 40 anos.

Na quinta-feira (16), os vereadores foram a justiça para pedir a suspensão da licitação. No dia seguinte, o juiz plantonista da comarca de Manaus, Marcelo Manuel da Costa Vieira, aceitou o pedido dos vereadores para suspender o edital para a construção de um prédio anexo da Câmara Municipal de Manaus (CMM). A multa diária para quem descumprisse a decisão era de R$ 100 mil. 

“A Câmara Municipal de Manaus acabou de recorrer da decisão que suspendeu o puxadinho. Já estamos trabalhando nisso e inclusive preparando uma nova ação com outros fundamentos. Enquanto o sistema permitir que defendamos à vontade popular, não vou desistir”, publicou Amom. 

“Não vamos recuar nenhum milímetro!”, respondeu Guedes. 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus