AGU corrige versão de Pazuello sobre colapso em Manaus

Por Portal do Holanda

01/03/2021 1h08 — em Manaus

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello(Foto: Pedro França/Agência Senado)

A Advocacia-Geral da União (AGU) corrigiu um documento oficial entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a data em que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, soube do colapso em Manaus durante a pandemia do novo coronavírus. No documento consta que o ministério da Saúde recebeu um e-mail da White Martins, empresa responsável pelo fornecimento de oxigênio na capital, somente no dia 17 de janeiro informando sobre a falta do gás medicinal.

A correção da AGU acontece após Pazuello já ter dado duas versões sobre a crise em Manaus. Em entrevista no dia 18 de janeiro, ele afirmou que tomou conhecimento no dia 8 de janeiro após receber o e-mail da White Martins. Já no depoimento à Polícia Federal no inquérito que investiga se houve omissão do ministro no combate à pandemia no Amazonas, o ministro informou outra data. Ele afirmou que só tomou conhecimento do colapso no dia 10 de janeiro e negou que tenha recebido a informação oficialmente no e-mail mencionado. 

O colapso no fornecimento de oxigênio em Manaus matou mais de 30 pessoas nos dias 14 e 15 de janeiro.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Manaus