Compartilhe este texto

Tribunal de Contas apura gastos com shows de Alok e duplas sertanejas em SP

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/06/2022 18h35 — em
Famosos & TV



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo abriu um processo para apurar gastos de Prefeitura de Colina, cidade localizada a cerca de 405 km da capital paulista, com shows de duplas sertanejas e do DJ Alok em 2018.

O processo ocorre a partir de uma representação protocolada pelo vereador de São Paulo Toninho Vespoli (PSOL). A administração municipal gastou R$ 1,1 milhão para contratar os cantores Matheus e Kauan (R$ 200 mil), Bruno e Marrone (R$ 223 mil) e Jorge e Mateus (R$ 425 mil), além de Alok (R$ 275 mil).

Eles se apresentaram na 41a Festa do Cavalo, em 2018. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município tem cerca de 18 mil habitantes —é como se cada morador tivesse desembolsado cerca de R$ 61 para ver as atrações.

Os shows foram contratados sem licitação, uma prática comum quando se trata de apresentações municipais. "Não é defensável uma prefeitura com graves problemas em áreas como saúde ou educação gastar grandes somas de dinheiro na contratação de artistas famosos", diz o documento enviado por Vespoli.

A prefeitura de Colina afirma que "as contratações dos artistas foram realizadas de acordo com as leis vigentes" e que os shows "foram realizados conforme contrato, bem como os valores pagos eram os valores médios de mercado à época".

O pedido de Vespoli ainda citava mais duas apresentação da dupla Zé Neto e Cristiano no interior paulista: uma em Atibaia, que ocorreu em 2018, e outra em Sebastianópolis do Sul, mas que foi cancelada devido à pandemia. O Tribunal de Contas, porém, não acatou essas sugestões.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Famosos & TV

+ Famosos & TV