Neymar é investigado pela polícia por homofobia após ameaças ao ex-padrasto

Por Portal do Holanda

06/03/2021 7h06 — em Famosos & TV

Neymar e Tiago Ramos - Foto: Reprodução Instagram

Neymar Jr. será investigado pela polícia de São Paulo por homofobia após ter um áudio vazado em que chama o então padrasto, Tiago Ramos, de “viadinho” e outros xingamentos.

Na ocasião, o jogador comentava com amigos sobre o incidente envolvendo o modelo na casa da mãe de Neymar em que Tiago teve que ser socorrido de ambulância após quebrar uma vidraça com um soco durante uma discussão. Durante a conversa, um amigo de Neymar diz: “Vamos matar, enfiar um cabo de vassoura no c* dele”.

Após o episódio, o ativista LGBTQ+ Agripino Magalhães denunciou o craque do PSG por homofobia ao Ministério Público e desde então passou a receber ameaças de morte.

De acordo com o Notícias da TV, o caso foi levado à Secretaria de Segurança Pública e o inquérito foi instaurado. Agripino deve prestar depoimento na quarta-feira (10) e Neymar deve ser intimado a qualquer momento.

“Ele é um influenciador. A partir do momento em que fala com naturalidade algo que possa se enquadrar em crime de homofobia, ele incentiva seus fãs a terem o mesmo comportamento”, disse o advogado do ativista, Angelo Carbone à publicação.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV