Medalhista de ouro sul-coreana vira alvo de ataques antifeministas por corte de cabelo curto

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

29/07/2021 22h37 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atleta An San, 20, da Coreia do Sul, que ganhou duas medalhas de ouro no tiro com arco nas Olimpíadas de Tóquio-2020, foi alvo de ataques nas redes sociais por causa de seu corte de cabelo curto.

O estilo, considerado feminista, foi adotado por ela em meio a um cenário de crescente sentimento antifeminista entre os jovens sul-coreanos.

Durante as disputas no Japão, o técnico dela chegou a sugerir aos repórteres que evitassem perguntas "desnecessárias", em referência à polêmica.

A própria atleta afirmou que só responderia a questionamentos relacionados às Olimpíadas, cortando a fala de um jornalista sobre os insultos na internet.

Políticos e celebridades da Coreia do Sul postaram mensagens de apoio à atleta. Alguns deles publicaram fotos de cabelos curtos, como An.

Em Tóquio, An ganhou uma medalha de ouro na categoria de equipes mistas e depois outra medalha nas disputas por equipes femininas.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes