Compartilhe este texto

Grêmio revive pior série com Roger, deixa o G4 e encara nova turbulência

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

18/05/2022 15h07 — em
Esportes



PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O empate por 1 a 1 com o Ituano, nesta segunda-feira (16), fora de casa, fez o Grêmio reviver sensações recentes. Um misto do final de 2021, quando o time foi rebaixado, com doses de passado bem mais próximo. O fato é que o time de Roger Machado deixou o G4 da Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez, após entrar no topo da tabela, e encara nova turbulência. Agora, com direito a cobrança pública para cima do elenco.

A nova turbulência tem chuva de críticas nas redes sociais a Roger, elenco e diretoria. O Grêmio volta a campo diante do Criciúma, nesta quinta-feira (19), e precisa vencer para ter chance de retornar ao G4 da Série B. O jogo será em Porto Alegre, às 19h.

A atuação ruim em Itu só não é pior do que o efeito prático. O Grêmio soma 11 pontos e terminou a sétima rodada da Série B em sexto lugar. O momento revive a pior série de resultados do Grêmio sob o comando de Roger Machado em 2022. São míseras duas partidas, mas com o peso de estar na segunda divisão e recheio de desempenho ruim. Contra o Cruzeiro e agora diante do Ituano.

Antes, o Grêmio havia ficado sem ganhar diante de Ponte Preta e Chapecoense, nas primeiras duas rodadas da Série B. E mais atrás no calendário, logo nos primeiros dias do trabalho de Roger Machado, durante a fase de classificação do Campeonato Gaúcho.

"Esses jogos, com essa característica, vão nos dando a medida para cada compromisso. Mesmo que o estádio não estivesse cheio, como lá no jogo com o Cruzeiro, temos que encontrar essa motivação que torna o jogo, a cada carrinho e enfrentamento físico. Essa é a característica da competição. Frisei aos atletas, é quase como se fosse uma Libertadores. Pouquíssimas faltas, muito jogo físico. Os mais jovens precisam estar preparados", disse Roger Machado, em claro tom de cobrança fora do padrão dele próprio.

Internamente, o jogo em Itu era encarado como um teste para o poder de reação do time. Depois da derrota para o Cruzeiro com primeiro tempo ruim, a equipe teve uma semana de treinos e iniciou o duelo com novidades no meio-campo. A presença de Gabriel Silva se tornou problema, corrigido no intervalo.

"Acho que é uma questão de atitude. De convencimento que a Série B é assim. Temos que nos comportar dessa forma. Os caras dão pontapé e é assim mesmo. Temos que, o mais rápido possível, mudar nossa atitude. A partir de hoje, já. Nosso objetivo vai ser alcançado, não tenho dúvida alguma", afirmou Denis Abrahão, vice de futebol.

Agora, o time gaúcho tem somente um dia de treino antes de enfrentar o Criciúma, onde Roger Machado deve fazer alterações no elenco inicial. O lateral-direito Rodrigo Ferreira sentiu problema na coxa esquerda em Itu e foi substituído ainda no primeiro tempo, e pode desfalcar o clube nesta quinta-feira. Ele se junta aos laterais-direitos Diogo Barbosa, Edílson e Leonardo Gomes no Departamento Médico.

Uma provável escalação inicial do Grêmio tem: Brenno; Rodrigues, Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Villasanti, Bitello e Campaz (Lucas Silva ou Gabriel Silva); Elkeson, Diego Souza e Biel.

O Criciúma, por sua vez, não poderá contar com o atacante Tiago Marques, diagnosticado com entorse no joelho direito após a última rodada, e se junta a Marquinhos Gabriel e Zé Marcos no DM. Uma possível escalação do técnico Claudio Tencati tem: Gustavo; Claudinho, Rodrigo, Rayan e Marcelo Hermes; Léo Costa, Arilson e Felipe Matheus; Bilú, Thiago Alagoano e Caio Dantas.

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Horário: Às 19h (de Brasília) desta quinta-feira (19)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)

VAR: Wagner Reway (PB)

Transmissão: Premiere



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes