Compartilhe este texto

Flamengo revive surto de Covid em fase de remontagem e desafio para Dorival

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

28/06/2022 15h06 — em
Esportes



RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo encara o Tolima, nesta quarta-feira (29), na Colômbia, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A partida não começou, mas já trouxe à tona algumas lembranças. O cenário é semelhante a um drama vivido recentemente em outro capítulo da tentativa de reconstrução do time rubro-negro.

Não bastasse a logística até Ibagué, cidade localizada a mais de 200 km de Bogotá (Colômbia), a viagem acontece em momento que o sinal de alerta para Covid-19 está ligado. O embarque foi marcado pela ausência de algumas figuras devido aos exames inconclusivos para o vírus. Rodrigo Caio, Willian Arão, Diego Alves, Fabrício Bruno e Matheus Cunha ficaram no Rio de Janeiro.

Em meio às baixas, os jovens da base Daniel Cabral, Kauã e Matheus França foram acionados para compor o elenco. O volante Daniel Cabral apresentou sintomas e não se juntou à delegação, enquanto os dois apresentaram testes positivos quando estavam dentro do avião e precisaram desembarcar. Na manhã desta terça-feira (28), os jogadores refizeram os testes para Covid, e exceto por Rodrigo Caio -que acabou não viajando por conta de uma tendinite no joelho esquerdo-, os demais apresentaram resultado positivo. Ao todo, são sete baixas por Covid. João Gomes também é dor de cabeça certa para Dorival, visto que está suspenso.

O próprio técnico também se tornou desfalque de última hora, e o comando da equipe será com o auxiliar técnico Lucas Silvestre.

Dorival precisa cumprir uma suspensão da Conmebol, visto que foi punido quando treinava o Ceará. Na ocasião, contra o Internacional, Dorival violou o violou o artigo 16.1 (v) do Código Disciplinar, que fala em "conduta antidesportiva contra jogadores e oficiais adversários".

O drama acontece em mais um período de reconstrução do elenco. Em 2020, tentando esquecer Jorge Jesus, o Flamengo de Domènec Torrent venceu a partida contra o Barcelona de Guayaquil pela Libertadores mesmo com 11 desfalques. No jogo seguinte, contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, o número foi ainda maior e o elenco rubro-negro entrou em campo com os jovens da base, que conseguiram o empate no Allianz Parque.

Assim como Domè, Dorival, recém-chegado, carrega também o peso da reformulação do clube, que não esconde os traços presos a Jesus e aos acontecimentos de 2019. Tentando escrever um capítulo diferente, o atual treinador precisa superar o mesmo drama do catalão para este segundo tira-teima à frente do Flamengo.

O treinador precisa minimizar os estragos e tentar um resultado diferente do que aconteceu no primeiro mata-mata, pelas oitavas da Copa do Brasil. Em seu primeiro 'teste', Dorival perdeu para o Atlético-MG por 2 a 1. No entanto, embalado pela vitória tranquila contra o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo precisa do triunfo para espantar o fantasma da oscilação e indicar o possível recomeço na temporada.

Uma possível escalação inicial do Flamengo para o confronto tem: Santos; Matheuzinho (Rodinei), Pablo, Léo Pereira (Gustavo Henrique) e Ayrton Lucas; Andreas Pereira, Thiago Maia e Éverton Ribeiro; Arrascaeta, Pedro e Gabigol.

O Tolima, por sua vez, se classificou às oitavas como segundo colocado do Grupo D, e chega à partida buscando se recuperar após perder o título do Campeonato Colombiano para o Atlético Nacional. O time comandado por Hernán Torres deve ser desfalcado por Andrés Ibargüen e Jonathan Marulanda, que apresentaram problemas musculares. Uma provável escalação inicial tem: Alexander Domínguez; Leider Riascos, Julián Quiñones, José Moya e Júnior Hernández; Brayan Rovira e Rodrigo Ureña; Jeison Lucumí, Daniel Cataño, Luis Miranda e Juan Fernando Caicedo.

Estádio: Manuel Murillo Toro, no Ibagué (Colômbia)

Horário: Às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (29)

Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)

VAR: Andrés Cunha (URU)

Transmissão: ESPN e Star+



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes