Flamengo demite Renato Gaúcho após perder final da Libertadores

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

29/11/2021 14h35 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Flamengo anunciou nesta segunda-feira (29) que Renato Gaúcho não é mais o técnico do time.

O treinador, que já há algum tempo não era bem visto pelos torcedores do clube rubro-negro, não resistiu à derrota para o Palmeiras na final da Libertadores, disputada no último sábado (27), em Montevidéu, no Uruguai.

"O Clube de Regatas do Flamengo informa que, após conversa entre as partes, o técnico Renato Gaúcho não comanda mais o time principal", informou o clube, pelo Twitter.

Desligado do Grêmio em abril e, agora, pelo Flamengo, Renato passou em branco a temporada de 2021 após cinco temporadas seguidas em que ele conquistou títulos importantes.

O contrato dele com a equipe carioca era até o final deste ano. No entanto, além da derrota na decisão da Libertadores, a pressão sobre o comandante já era grande desde a eliminação na semifinal da Copa do Brasil, diante do Athletico, além de o time ter chances remotas de conquistar o Campeonato Brasileiro.

O título nacional, aliás, poderá ser definido já nesta terça-feira (30). Para isso, que o Flamengo não derrote o Ceará, no Maracanã, pela 36ª rodada. Isso faria os 78 pontos dos mineiros se tornarem inalcançáveis para qualquer concorrente.

O Atlético-MG ainda tem três partidas por fazer até o final da competição. O time carioca, com 67 pontos, entra em campo mais quatro vezes. Mesmo que o rival rubro-negro faça esses 12 pontos, os mineiros serão campeões com apenas mais uma vitória. Seu próximo jogo será contra o Bahia, em Salvador, na quinta-feira (2). Depois disso, os adversários serão Red Bull Bragantino e Grêmio.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes