Compartilhe este texto

Fabinho marca, Liverpool vence Brentford e é vice-líder do Inglês

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

16/01/2022 13h03 — em Esportes


SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Atuando em casa e com chance de assumir a vice-liderança do Campeonato Inglês após a derrota do Chelsea, o Liverpool não fez feio e venceu o Brentford por 3 a 0, superando as ausências de Mané e Salah, que estão na disputa da Copa Africana de Nações, por Senegal e Egito, respectivamente.

A bola aérea foi o grande trunfo dos comandados de Jurgen Klopp para garantirem a vitória. Fabinho aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para o gol, aos 43 minutos da primeira etapa. No segundo tempo, Chamberlain, também de cabeça, aumentou a vantagem dos anfitriões aos 23. Aos 30 minutos, após uma falha da saída de bola, Minamino fechou o placar.

Com a vitória, o Liverpool chega a 45 pontos em 21 jogos, e ultrapassa o Chelsea, que tem 43 pontos e um jogo a mais. A distância para o líder Manchester City, que também já jogou 22 partidas, permanece em 11 pontos.

Já o Brentford, estacionado nos 23 pontos, briga no meio da tabela e tenta se aproximar de uma vaga nos campeonatos europeus. O time é o 14º colocado da competição.

O Liverpool volta a jogar pelo Campeonato Inglês no próximo domingo (23), quando visita o Crystal Palace, a partir das 11h (de Brasília). O Brentford, por sua vez, tem compromisso no próximo sábado (22). Em casa, a equipe enfrenta o Wolverhampton, às 12h (de Brasília).

PRESSÃO E GOL NO FIM

Com a pressão pelo resultado sobre si, o Liverpool começou o jogo pressionando, mas com certa dificuldade para criar. As principais jogadas surgiam de bolas levantadas para a área, sempre um perigo para a insegura defesa do Brentford.

Aos 13 minutos, o Liverpool chegou com perigo pela primeira vez. Diogo Jota fez bom trabalho de pivô e rolou para Alexander-Arnold chegar batendo. O chute passou perto do ângulo.

Seis minutos depois, Arnold bateu falta cheia de efeito. A bola passou por toda a defesa e o zagueiro Matip teve a chance de cabecear para o gol, mas furou.

Aos 22 minutos, Alexander Arnold bateu escanteio na área, a bola não foi afastada novamente e ficou limpa para Van Dijk, que ajeitou o corpo e bateu forte. Álvaro Fernández - destaque positivo dos visitantes - fez a primeira grande intervenção.

Na melhor chance do Brentford na primeira etapa, Janelt recebeu na intermediária e bateu forte, por cima do gol.

Melhor no jogo, o Liverpool finalmente marcou aos 43 minutos: Alexander Arnold bateu escanteio fechado. A bola passou pela defesa - de novo -, pingou na pequena área e chegou à segunda trave. Lá, Fabinho nem precisou pular para completar de cabeça para o gol.

SEM FORÇAR, LIVERPOOL AUMENTA

Os donos da casa voltaram em ritmo mais lento para o segundo tempo e só acordaram depois de levar um susto. A partir de então, voltaram a dominar completamente a partida e aumentaram a vantagem para vencer com autoridade.

Aos 13 minutos, o Brentford criou sua melhor chance. Norgaard fez um ótimo passe no meio da defesa do Liverpool. Mbeumo dominou, cortou a marcação e bateu colocado, tirando de Alisson. A bola passou raspando a trave.

A resposta não demorou. Quatro minutos depois, Alexander Arnold disputou a bola com a defesa e ganhou, deixando para Diogo Jota, de frente para o gol. O português soltou uma pancada e balançou a trave. No rebote, Firmino chutou fraco e Álvaro Fernández encaixou.

Aos 21 minutos, Firmino deu bom passe para Diogo Jota. O atacante português bateu na saída de Álvaro Fernández, que fez grande defesa e evitou o segundo gol dos anfitriões. Mas era questão de tempo.

Dois minutos depois, Robertson cruzou e Pinnock falhou na hora de afastar. Chamberlain chegou por trás do zagueiro e se abaixou para cabecear para o fundo do gol.

Aos 30 minutos, a defesa do Brentford tentou sair jogando e Firmino apertou na marcação até roubar a bola. Na cara do gol, ele tabelou com Minamino e coube ao atacante japonês marcar o gol que selou o placar final.

Aos 42 minutos, Minamino ainda deixou Gordon na cara do gol. Ele bateu na saída de Fernández, que, mais uma vez, fez ótima defesa, impedindo a goleada.

FOI BEM: ALEXANDER-ARNOLD

O lateral direito foi o 'dono' do primeiro tempo. Quando o Liverpool ainda tinha dificuldades para entrar na defesa do Brentford, ele foi o responsável por criar quase todas as chances de perigo, com bons cruzamentos e passes. Antes do intervalo, foi premiado com a assistência para o gol de Fabinho.

FOI MAL: DEFESA DO BRENTFORD

A bola aérea foi um verdadeiro pesadelo para a defesa do Brentford. Mais de uma vez no primeiro tempo a defesa não conseguiu afastar cruzamentos que passaram por toda a extensão da área.

O lance do primeiro gol saiu de uma jogada assim. Na segunda etapa, Pinnock ainda errou um cabeceio e Chamberlain aproveitou. Para piorar, o terceiro gol teve origem em uma saída de bola errada dos defensores da equipe visitante.

RAFA BENÍTEZ

O nome do ex-treinador do Liverpool foi entoado pela torcida anfitriã no intervalo. Isto porque durante o jogo saiu a notícia de que o Everton — rival da cidade — demitiu o treinador espanhol que é ídolo dos Reds.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes