Em crise, Corinthians precisa de G-3 no Brasileiro para bater meta financeira

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

10/06/2021 16h05 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A eliminação de quarta-feira (9) do Corinthians terá impacto nas finanças do clube. No planejamento criado pelo time alvinegro no segundo semestre do ano passado, a expectativa era disputar a fase de oitavas de final da Copa do Brasil e também da Copa Sul-Americana.

Como fracassou em ambas as competições eliminatórias, a equipe deixou de ganhar ao menos R$ 5,2 milhões previstos em seu orçamento. Na Sul-Americana, o Corinthians levaria US$ 500 mil (cerca de R$ 2,5 mi) se avançasse. No mata-mata nacional, o valor não ganho pela eliminação precoce foi de R$ 2,7 milhões.

Pelas contas do time do Parque São Jorge, a expectativa era de arrecadar um valor bruto na casa dos R$ 500 milhões em 2021 e, assim, encerrar a temporada com um balanço positivo. Nos três primeiros meses do ano, impulsionado pela redução de gastos, o clube registrou R$ 3,5 milhões de superávit.

Para atingir a meta orçamentária de ganhos em campo, o Corinthians precisará contar um resultado mais ambicioso no Campeonato Brasileiro, único torneio que lhe resta na temporada. A diretoria previa encerrar a competição com o time em sétimo colocado, o que lhe renderia R$ 23,1 milhões em premiação.

Agora, o Corinthians precisará ao menos ficar em terceiro no campeonato e, assim, levar R$ 29,7 milhões pagos pela CBF —nesse cenário, estaria indo além e superaria a meta em R$ 1,4 milhão. Se ficar em quarto, com prêmio de R$ 28 milhões, ficará a R$ 300 mil do valor previsto em ganhos em seu planejamento.

Passadas duas rodadas da competição, o time alvinegro é o décimo colocado, com uma vitória sobre o América-MG e uma derrota para o Atlético-GO, justamente o time para o qual foi eliminado na terceira fase da Copa do Brasil. Seu próximo compromisso é no sábado (12), diante do Palmeiras, no Allianz Parque.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes