Compartilhe este texto

Cruzeiro cria campanha contra o assédio em rodada marcada por protestos

Por Folha de São Paulo

13/04/2024 17h30 — em
Esportes



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com detalhes no penteado e no uniforme, o Cruzeiro Feminino protestou contra o assédio e a violência contra a mulher.

A equipe feminina do Cruzeiro foi a campo neste sábado (13) para disputar a 5ª rodada do Campeonato Brasileiro contra o Real Brasília. Antes do jogo, o time divulgou nova ação contra o assédio.

Nas redes sociais, a conta do Cruzeiro publicou detalhes do adesivo que será usado no uniforme por toda a temporada. O patch divulga o número 180 com os dizeres "ligue" e "denuncie". O número é o canal oficial de atendimento à mulher para casos de assédio e violência.

Byanca Brasil, a principal jogadora da Raposa, formou o número 180 com tranças no cabelo. Destacado em azul, o penteado também foi compartilhado no perfil do clube.

As Cabulosas não foram as únicas a protestarem. Na noite de sexta (12), Corinthians, Palmeiras e Avaí/Kindermann iniciaram a campanha em seus respectivos jogos.

O motivo para a manifestação é a volta do técnico Kleiton Lima ao comando do Santos. Acusado de assédio moral e sexual, o treinador foi afastado do clube na época da investigação, mas voltou para o Campeonato Brasileiro.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes