Com gol de Fred, Flu faz sua parte e vence o Fortaleza, mas fica fora do G4

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

26/02/2021 0h05 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em sua "decisão" no Maracanã, o Fluminense venceu o Fortaleza por 2 a 0 com gols de Fred e Matheus Ferraz e fez sua parte no Brasileirão, mas a combinação de resultados para chegar ao G4 não veio.

Agora, o Tricolor reforça a torcida pelo Palmeiras na Copa do Brasil para ir à fase de grupos da Libertadores.

Com 64 pontos, o Flu encerrou sua campanha surpreendente no Campeonato Brasileiro no 5º lugar e agora só conquista a vaga direta caso o Palmeiras bata o Grêmio na final da Copa do Brasil. O título do atual campeão da Libertadores abre mais um espaço para os brasileiros na fase de grupos da competição continental.

O Flu tinha dois desfalques para o jogo por suspensão: Nino e Egídio. Substitutos escolhidos por Marcão, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos foram bem no jogo. Além de suas funções defensivas, o zagueiro marcou o segundo gol do Tricolor em cruzamento do lateral esquerdo, que já cobrara o escanteio no gol de Fred. Estrela dos reservas do Tricolor.

FLU FAZ MELHOR CAMPANHA DESDE 2012

O Fluminense terminou o Brasileirão com sua melhor campanha nos pontos corridos em anos que não saiu com o título. A vitória fez o Tricolor chegar a 64 pontos e bater o time de 2014, que marcou 61.

FLU COMEÇA LENTO

Mesmo precisando do resultado, o Fluminense começou o jogo em um ritmo mais lento do que de costume. Sem Nino na zaga e Egídio na lateral esquerda, o Tricolor tinha uma saída de bola demorada nos passes e na movimentação, favorecendo o Fortaleza, que subia a marcação e pressionava para roubar no campo de ataque. Em duas dessas oportunidades, o Leão finalizou de fora da área e levou perigo para Marcos Felipe em chutes de Carlinhos e David.

FRED ABRE O PLACAR EM 'SEGUNDA CHANCE'

Ainda que o início não tenha sido bom, o Flu melhorou no jogo quando passou a acelerar um pouco no campo de ataque. Aos 17, Danilo Barcelos cobrou lateral rápido para Nenê que, da linha de fundo, achou Fred na área. O camisa 9 deu um peixinho, mas parou na trave. Três minutos depois, de novo pela esquerda, o Tricolor teve um escanteio. Danilo bateu na cabeça de Fred, que parou em Felipe Alves mas conferiu no rebote para abrir o placar. Como nos velhos tempos, o ídolo tricolor não precisou de mais do que duas chances para balançar as redes.

GOL FAZ CAIR O RITMO

Depois de mexer no marcador, o Fluminense voltou a reduzir o ritmo, e a partida caiu um pouco de nível. O Fortaleza até tinha mais posse de bola, mas não sabia o que fazer com ela. O time de Enderson Moreira tentava chegar com lançamentos longos e principalmente pela direita, onde Romarinho e Tinga davam trabalho para Danilo Barcelos e Yago. Ainda assim, foram poucas chances para o Leão, que incomodou mais nos chutes de fora da área, aproveitando erros na saída de bola do Tricolor.

FLU VOLTA MAL, MAS ACHA GOL DE BOLA PARADA

Assim como na primeira etapa, o Fluminense voltou mal do intervalo. A equipe seguia muito lenta na saída de bola e nas transições, mas não encontrava muita resistência do Fortaleza. Por isso, aos 16, o Tricolor aumentou a vantagem com sua especialidade: a bola parada. Matheus Ferraz subiu mais que todo mundo e cabeceou com força para vencer Felipe Alves e marcar o segundo.

NOVO COMANDANTE NO ESTÁDIO

O Flu atuou sob os olhos de seu novo técnico: Roger Machado. O treinador de 45 anos chegou cedo e esteve no Maracanã para assistir ao confronto com o Fortaleza.

FLUMINENSE

Marcos Felipe; Calegari (Igor Julião), Matheus Ferraz, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli, Yago Felipe e Nenê (Michel Araújo); Luiz Henrique (Caio Paulista), Lucca e Fred (John Kennedy). Técnico: Marcão

FORTALEZA

Felipe Alves; Tinga, Wanderson, Paulão e Carlinhos; Derley (Pablo), Juninho e Ronald (Luiz Henrique); Osvaldo (Wellington Paulista), David (João Paulo) e Romarinho (Igor Torres). Técnico: Enderson Moreira

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Michael Stanislau (RS)

Árbitro de Vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Gols: Fred, aos 20 minutos do 1º tempo, e Matheus Ferraz, aos 15 minutos do 2º tempo

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes