Empresária que enganou investidores nos EUA ganhou US$ 1 bilhão

Por Portal do Holanda

15/07/2021 14h48 — em Curiosidades

Foto: Reprodução NBC


A primeira mulher a atingir a quantia de 1 bilhão de dólares nos EUA, Elizabeth Holmes, 39, foi também a primeira a dar o maior golpe em investidores do Vale do Silício, sob o manto da empresa de análises clínicas Theranos.

No ano de 2003, Holmes conseguiu ludibriar por muitos anos os investidores após desenhar, numa máquina chamada Edison, um procedimento médico que, segundo ela, com apenas 1 gota de sangue poderia coletar todas as informações necessárias da saúde das pessoas, evitando método convencional de retirada de grande sangue e outro uso de equipamentos.

O processo foi tão inovador que chamou a atenção do governo dos Estados Unidos, sendo patrocinado pelo então presidente.

Holmes conseguiu levantar 1 bilhão de dólares em investimentos e a  Theranos foi avaliada em 9 bilhões de dólares. Ela se tornou uma celebridade do universo da tecnologia e chegou a ser chamada pela imprensa de "Steve Jobs de saias”, tanto que se vestia só com roupas pretas, costume de Jobs. Foi fácil obter o título de sexta empresária com menos de 40 anos mais rica dos Estados Unidos.

SEM RESULTADOS

Após receber dinheiro dos que queriam ver o seu projeto crescer, Holmes foi justificando a falta de resultados até que os investidores começaram a suspeitar e ao investigarem, descobriram que nada do que ela prometia era verdade.

Os avanços anunciados por ela não eram reais e Holmes nunca desenvolveu a máquina que anunciava.

No ano de 2019, Elizabeth Holmes foi acusada de fraude pela promotoria da cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, onde pode ser condenada a 20 anos de prisão.

Ela alega inocência, mas entre os empresários e a opinião pública, a certeza é de que será condenada pela criação de uma empresa que se consagrou como o maior caso de uma startup, ou seja, uma empresa inovadora, que não deu certo, por um motivo simples: o produto apresentando como solução genial, nunca funcionou, pois era uma grande enganação.

A história da fraude está contada no livro do jornalista americano John Carreyrou. Holmes responde a nove acusações de fraude e duas por conspiração, apresentadas pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Documentos divulgados em 2019 mostraram que ela e Ramesh Balwani, ex-presidente e diretor da empresa, podem ser condenados a pagar US $250 mil por acusação, mais US$ 100 milhões por indenizações, além de passar décadas na prisão.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Curiosidades