Arquiteto constrói obras de papel para abrigar vítimas de desastres

Por Portal do Holanda

08/09/2021 9h38 — em Curiosidades

Foto: Reprodução

Uma estrutura composta por 281 tubos de cartolina, capaz de suportar o peso de 20 pessoas simultaneamente, comprovada com o uso de balões de água, estão entre as obras inovadoras do arquiteto Shigeru Ban, ganhador do Prêmio Pritzker de 2014, conhecido pelo seu uso inovador de materiais e pela abordagem social de seus projetos.

A ponte tinha também os degraus feitos em papel reciclado e plástico e estava aberta para visitações, mas foi desmontada por conta do período das chuvas.

Ban foi fundador do Voluntary Architects Network por mais de três décadas, aplicando seu extenso conhecimento em materiais recicláveis, principalmente papel e papelão, para construções de alta qualidade, abrigos de baixo custo para vítimas de desastres em todo o mundo.

Nascido em 1957 em Tóquio, Ban iniciou a sua carreira desenhando refúgios feitos de papelão para as vítimas de terremotos no Japão, Turquia e Índia e para os refugiados do genocídio de Ruanda de 1994.

A fundação dos abrigos é constituída por caixas de cerveja que foram doadas e por sacos de areia. As paredes são constituídas por tubos de papel com 4 mm de espessura e 106 mm de diâmetro, e para a cobertura foi adotada a solução e o material utilizado em barracas. O espaço de 1,8 m entre as casas é usado como área comum.

Para o isolamento, uma fita de esponja à prova d' água feita com adesivo é colocada entre os tubos de papel das paredes. O custo dos materiais para uma unidade de 52 m² está abaixo de US $2000. As unidades são fáceis de desmontar e os materiais podem ser facilmente descartados ou reciclados.

Centro comunitário

Com tubos de papel, o arquiteto projetou um centro comunitário construído por voluntários da igreja, cuja casa de culto foi destruída pelo terremoto de Kobe, em 1995. Os materiais foram doados por uma série de empresas, e a construção foi concluída em apenas cinco semanas pelos 160 voluntários. A planta de (10 x 15 m) foi feita em de papelão ondulado, folhas de policarbonato. Dentro deste, 58 tubos de papel (325 milímetros de diâmetro, 14,8 milímetros de espessura, e 5m de altura), foram colocados em um padrão elíptico.

Na entrada, o espaçamento dos tubos de papel foi ampliado, e a fachada totalmente envidraçada para formar um espaço unificado contínuo entre o interior e o exterior. A igreja foi desmontada em junho de 2005 e todos os materiais foram enviados para a cidade, em Taiwan.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Curiosidades