Alimentos que combatem a anemia

Por Portal do Holanda

29/09/2020 15h00 — em Cura pela Natureza

Foto: Divulgação

A anemia é um problema comum e que afeta uma grande quantidade de pessoas. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que 30% da população possui anemia, em especial crianças abaixo de dois anos e mulheres de diferentes faixas etárias, embora também seja diagnosticada em homens e idosos. A doença é caracterizada pela queda no conteúdo da hemoglobina, elemento do sangue que tem a função de transportar oxigênio dos pulmões para o organismo, produzir hemácias e glóbulos vermelhos. Isso ocorre devido à  carência de algum nutriente como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas.

A nutricionista Lívia Ribeiro, explica que a anemia afeta todo o funcionamento do corpo, causando sintomas como cansaço, fraqueza, raciocínio lento, tontura, falta de ar, entre outros problemas. O ideal é procurar um médico e realizar exames para identificar qual nutriente o organismo está necessitando.

Segundo Lívia, a alimentação tem um papel importante no combate à anemia, porém, há casos em que é necessário fazer suplementação com medicação. “Apenas um profissional da saúde poderá orientar qual a melhor forma de tratamento”, indicou.

Existem vários tipos de anemia. A mais comum é a ferropriva, causada pela ingestão insuficiente ou má absorção de ferro. Quando há falta desse nutriente no organismo, o transporte de oxigênio para o corpo é comprometido. Aumentar o consumo de alimentos ricos em ferro, como carne vermelha, fígado, aves e peixes, é uma excelente forma de ajudar o tratamento médico. É possível encontrá-lo também, mesmo que em menor quantidade, em verduras de folhas escuras e leguminosas.

De acordo com a nutricionista, outros nutrientes podem ajudar o organismo a absorver o ferro necessário para o funcionamento do corpo. É o caso da vitamina A, que quando não consumida em quantidade adequada dificulta o transporte do ferro armazenado no fígado para o sangue. A vitamina A está presente em legumes como cenoura, espinafre e frutas como manga e mamão.

O ácido fólico é outro nutriente importante, encontrado em alimentos como o ovo, fígado e folhas verde-escuras. Ele é responsável pela criação de proteínas como a hemoglobina e mioglobina, essenciais para a formação dos glóbulos vermelhos. É importante também manter os níveis adequados de vitamina B12 para evitar a anemia. Esse nutriente está presente em alimentos de origem animal como carnes, ovos, leite e derivados.

A nutricionista ressalta que alimentos amargos como chicória e jiló estimulam a secreção de enzimas digestivas, facilitando a absorção do ferro, ácido fólico e das vitaminas do complexo B e com isso evitando a anemia. O zinco, presente no feijão, leite, farelo de aveia, arroz integral, também deve fazer parte da dieta, já que atua diretamente na formação da hemoglobina.

Lívia destaca que a vitamina C também deve ser consumida porque atua na absorção do ferro. Ingerir laranja, acerola, kiwi, morango, brócolis e pimentão vermelho deve fazer parte da rotina.  

A nutricionista reforça a importância de prevenir a anemia. “A alimentação equilibrada, com todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do corpo nas refeições, é uma forma de prevenir e manter a saúde em dia”, frisou.