Benefícios e efeitos colaterais do guaraná

Por Estadao Conteudo / Portal do Holanda

24/04/2020 10h27 — em Cura pela Natureza

Foto: Reprodução Youtube

As tribos amazônicas usam o guaraná há séculos por suas propriedades terapêuticas. Contém uma gama impressionante de estimulantes, como a cafeína, teofilina e teobromina. Guaraná também possui antioxidantes, como taninos, saponinas e catequinas. Hoje, 70% do guaraná produzido é utilizado pela indústria de bebidas em bebidas leves e energéticas, enquanto os 30% restantes são transformados em pó. O guaraná é rico em cafeína, o que pode reduzir a fadiga e melhorar o foco. A cafeína bloqueia os efeitos da adenosina, um composto que ajuda o cérebro a relaxar e sentir-se sonolento. Baixas doses de guaraná podem melhorar o humor, a aprendizagem e a memória. Os compostos do guaraná, juntamente com a cafeína, são responsáveis ??por esses efeitos.

O guaraná contém cafeína, o que pode ajudar na perda de peso, aumentando o metabolismo. Também foi descoberto que ele suprime genes que auxiliam na produção de células adiposas e promovem genes que diminuem sua velocidade. No entanto, mais estudos baseados em humanos são necessários. Os taninos do guaraná podem aliviar a diarreia, evitando a perda de água. Enquanto isso, a cafeína no guaraná pode aliviar a constipação, estimulando as contrações no intestino e no cólon que empurram o conteúdo para o reto. O guaraná pode ajudar na saúde do coração, melhorando o fluxo sanguíneo e prevenindo coágulos sanguíneos. Também pode diminuir a oxidação do colesterol LDL "ruim". A cafeína no guaraná pode proporcionar alívio da dor, bloqueando os receptores de adenosina, que estão envolvidos no estímulo de sentimentos de dor.

O guaraná possui propriedades antioxidantes e antimicrobianas, tornando-se um aditivo comum em produtos cosméticos. Pode ajudar o fluxo sanguíneo para a pele, reduzir os danos ligados ao envelhecimento e minimizar as características indesejáveis, como a pele flácida e as rugas. Estudos em animais e em tubos de ensaio descobriram que o guaraná pode ter propriedades anticancerígenas. No entanto, a pesquisa baseada em humanos é necessária antes de recomendar o guaraná para o tratamento. O guaraná contém compostos que podem inibir ou matar bactérias nocivas, como E. coli e Streptococcus mutans. Estudos em tubos de ensaio descobriram que o guaraná pode combater o estresse oxidativo, que está ligado a distúrbios oculares relacionados à idade. No entanto, esta área de pesquisa é limitada, portanto, mais estudos baseados em humanos são necessários antes de fornecer recomendações. Guaraná parece ser seguro e está amplamente disponível. Em doses elevadas, pode ter efeitos colaterais semelhantes aos da ingestão excessiva de cafeína.

Referência

https://www.healthline.com/nutrition/guarana-benefits?utm_source=Sailthru%20Email&utm_medium=Email&utm_campaign=authoritynutrition&utm_content=2018-06-14

 

 

+ Cura pela Natureza