Governo de São Paulo avalia aplicar dose única de Coronavac

Por Portal do Holanda

05/01/2021 16h20 — em Coronavírus

Governador João Doria exibe coronavac. Foto: Zanone Fraissati/Folhapress/Veja

O governo de São Paulo propôs aplicar uma dose única da Coronavac, vacina da Covid-19 de origem chinesa que será fabricada pelo Instituto Butantan. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai receber o pedido do imunizante na quinta-feira (7).

O Centro de Contingência do Coronavírus, órgão criado em fevereiro do ano passado, está discutindo a estratégia. A decisão, no entanto, depende da definição da eficácia da vacina entre as duas doses recomendadas, que devem ser aplicadas num intervalo de 14 dias, para estimular uma resposta imune contra o novo coronavírus.

Caso a eficácia seja comprovada após a primeira dose, o governo de São Paulo deve repetir a experiência de países europeus e fornecer a vacina ao maior número de pessoas, descartando assim a segunda aplicação.

Dessa forma, a imunização coletiva possibilitaria menos leitos ocupados nas rede de saúde.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Coronavírus