PF realiza operação contra grupo que pede intervenção militar

Por Portal do Holanda/G1

27/11/2020 8h57 — em Brasil

Ex-funcionário do Ministério dos Direitos Humanos, Renan Silva foi demitido após divulgar vídeo com ofensas à autoridades. Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (27), uma operação para investigar um grupo que fazia propaganda, em redes sociais, para pedir a intervenção militar e a prisão de nove ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Um dos alvos é Renan Silva Sena, ex-funcionário do Ministério dos Direitos Humanos, demitido após divulgar vídeo com ofensas à autoridades.

Segundo a PF, a força-tarefa teve início após a publicação de um vídeo realizado na frente do prédio do STF, por dois dos investigados. Na internet, os alvos incitavam a "animosidade entre as Forças Armadas e as instituições civis".


+ Brasil