Bolsonaro nega ter chamado covid-19 de gripezinha: 'Não há um vídeo'

Por Portal do Holanda

27/11/2020 9h19 — em Brasil

Bolsonaro rebateu assunto durante live - Foto: Reprodução Redes sociais

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nessa quinta-feira (26), em uma live transmitida em suas redes sociais que não há um único video ou áudio que comprove que ele tenha se referido ao coronavírus como uma “gripezinha”.

Bolsonaro disse ainda que não generalizou a situação e que a mídia desvirtuou seu discurso: “Falei lá atrás que, no meu caso, pelo meu passado de atleta, eu não generalizei, se pegasse o Covid, não sentiria quase nada. Foi o que eu falei. Então, o pessoal da mídia, a grande mídia, falando que eu chamei de ‘gripezinha’ a questão do Covid. Não existe um vídeo ou um áudio meu falando dessa forma. E eu falei pelo meu estado atlético, minha vida pregressa, tá? Que eu sempre cuidei do meu corpo. Sempre gostei de praticar esporte”, declara.

O presidente usou as expressões “gripezinha”e “resfriadinho” em duas situações diferentes, ambas em pronunciamentos públicos. A primeira foi em 20 de março, em uma coletiva: “Depois da facada, não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar não, tá ok? Se o médico ou o ministro da Saúde me recomendar um novo exame, eu farei. Caso o contrário, me comportarei como qualquer um de vocês aqui presentes”, disse.

E a segunda no dia 24 do mesmo mês, quando declarou: “Pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar, nada sentiria ou seria acometido, quando muito, de uma gripezinha ou resfriadinho, como bem disse aquele conhecido médico, daquela conhecida televisão”.

Os dois momentos foram gravados e repercutiram no mundo inteiro, inclusive na imprensa internacional gerando revolta por parte de grandes líderes mundiais e de representantes de órgãos de saúde.


+ Brasil