Compartilhe este texto

Bebê prematura morre após receber alta em hospital público

Por Portal Do Holanda

13/06/2024 15h49 — em
Brasil


Foto: Pixabay

Uma recém-nascida de 11 dias morreu após receber alta médica no Hospital de Ceilândia, no Distrito Federal, na última sexta-feira (7). Ayla nasceu de um parto prematuro de 35 semanas e precisou receber oxigênio. Ela recebeu alta com apenas dois dias de vida. 

Essa não é uma ocorrência isolada. Entre abril e maio deste ano, é a quinta criança a perder a vida na rede pública de saúde do Distrito Federal. A série de acontecimentos levanta questões sobre a qualidade do atendimento prestado.

A família de Ayla alega que houve negligência por parte do hospital ao liberar a bebê para casa tão prematuramente. O pai relata que, ao retornarem ao hospital no segundo dia em casa, foram informados de que a bebê deveria ter permanecido internada devido à prematuridade e necessidade de cuidados específicos, como banho de luz e oxigênio.

Além da tragédia com Ayla, outra situação alarmante envolveu a mãe da criança. Enquanto a filha estava internada, a mãe começou a sentir fortes dores na barriga. Após procurar atendimento particular, descobriu-se que restos de placenta ainda estavam presentes no útero, o que poderia levar a complicações graves, incluindo hemorragia e infecção.

Diante desses eventos, a Secretaria de Saúde promete abrir uma sindicância para investigar os casos e garantir respostas às famílias afetadas. 

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil