Siga o Portal do Holanda

Morreu tentando proteger a filha

Mulher assassinada com recém-nascida nos braços levou mais de 30 tiros, diz polícia

Publicado

em

Foto: Reprodução

A polícia de Anápolis, no interior de Goiás, deu mais detalhes sobre o caso da jovem de 21 anos e da filha dela de apenas oito dias de vida, que foram assassinadas a tiros dentro de casa. Segundo os investigadores, Laura Katrine da Conceição foi encontrada morta com a bebê Eloá nos braços dentro da residência.

As duas foram alvos de mais de 32 tiros, embora nem todos tenham atingido as vítimas. Para o delegado Renato Oliveira, que investiga o crime, o número de disparos mostra que o atirador estava sob um ataque intenso de raiva. O homem teria pulado o muro da casa e arrombado a porta da sala, onde estavam as vítimas.

A mãe de 21 anos, teria tentado proteger Eloá, mas a menina também foi baleada várias vezes. Nesta quinta-feira (25), a polícia revelou que já tem um suspeito e que ele pode ser um ex-namorado de Laura, que é presidiário e está  foragido.

A família de Katrine disse que ela já estava sendo ameaçada e chegou a contar para algumas pessoas. O delegado investiga se o crime foi passional, mas não descarta outras hipóteses.

A Amazônia está queimando e Bolsonaro é em grande parte responsável

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.