Bastidores da Política - Escândalos no governo, na Prefeitura e o tremor de terra em Manaus


Escândalos no governo, na Prefeitura e o tremor de terra em Manaus

Por RAIMUNDO DE HOLANDA

31/01/2021 19h52 — em Bastidores da Política

A terra tinha que tremer neste domingo após uma série de escândalos nos últimos dias em Manaus - da fraude da vacina pela prefeitura ao aluguel de um super jato de R$ 9,3 milhões pelo governo do Amazonas. Será que alguém está pensando em fugir? Improvável.

Vivemos num mundo que ficou pequeno e não dá mais para se exilar em um paraíso fiscal, gozando do que foi surrupiado da sociedade. Assim  como tornou-se perigoso afrontar os órgãos de controle, como faz o prefeito da cidade, chamando contra si toda uma estrutura de poder, criada para a defesa do cidadão.

Audácia, impertinência  numa politica de tolerância com o erro,  com a fraude, com o oportunismo de aliados.

É possível que haja sim a intenção não de fugir, mas de admitir erros e abandonar o poder  por opção, pela vergonha que ainda não demonstraram, de compactuar com fraudes, com desvio de vacina, com a compra de respiradores de uma adega, com as mortes por asfixia de dezenas de amazonenses.

No final, podem não entrar no super jato, mas em um camburão da policia com destino ao Compaj.

Levarão nas costas 8.117 mortes até este domingo, das quais 791 em sete dias. E 99 nas ultimas 24 horas. Morte demais, luto demais e uma revolta que começa a crescer na sociedade  e pode resultar numa outra crise social e politica de proporção inimaginável.

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.