Siga o Portal do Holanda

Braga admite que receava isolamento caso votasse com Dilma

Publicado

em

O senador Eduardo Braga  foi sincero e isso é uma novidade - na entrevista concedida ao jornal O Globo, um dia após ter votado pela continuidade do processo de  impeachment da presidente Dilma. " As pessoas se isolam no partido. Lembro como o PMDB tratava o Jarbas Vasconcelos. Ele podia ter as posições contrárias ao PMDB, mas ficou isolado". O pecado de Braga foi expor a fragilidade de suas convicções - ele condenava  o impeachment.  Em 15 de abril, ainda investido no cargo de ministro,  declarou: "Minha história política é de coerência. Estou fiel ao compromisso que assumi com o país quando cheguei ao ministério, em um momento crítico para o setor elétrico. Minha questão é muito maior que a questão partidária.. Sou contra esse impeachment".  Braga tem pela frente um julgamento.. O da história. que dirá outra coisa dele, que ficará mal para sua biografia.

 Mais triste ainda foi a outra  declaração, também infeliz,porque revela que  ele é capaz de abandonar o barco quando este ameaça naufragar: "Além do quê, que diferença faria o meu voto para Dilma? Não mudaria nada, só o placar, de 21 para 22 votos contra o impeachment."  Faria uma grande diferença -  para Dilma, que não  teria se  decepcionado com o amigo que ela prestigiou, seja nomeando lider no Senado, seja conferindo a ele um cargo em um dos ministérios mais importantes de seu governo, como  revelaria para os amazonenses, mesmo os que são contra a presidente afastada, que o senador é o que dizia ser: uma pessoa coerente, fiel com os amigos....

PREFEITOS SE LIVRAM DO TCE

Prefeitos do Amazonas que tiveram contas reprovadas pelo TCE, mas aprovadas pelas Câmaras  de Vereadores, poderão se candidatar  a reeleição. A decisão, que vale para todo o País, é do Supremo Tribunal Federal. Os ministros entenderam que cabe ao Tribunal de Contas auxiliar as câmaras municipais emitindo parecer prévio e opinativo, que poderá ser derrubado por decisão de 2/3 dos vereadores. Diminui, assim, a força dos TCes e aumenta o poder de fogo  dos vereadores. E aja dinheiro público, tráfico de influencia e corrupção entre legisladores e gestores municipais. 

PLANO DE GOVERNO

Com uma disputa de curto tempo e pelo menos cinco concorrentes de fôlego, os planos de governo começaram a ser muito valorizados nesta eleição. Tanto que os candidatos já os transformaram em verdadeiras ‘bíblias eleitorais’, tendo na ponta da língua os versículos sobre as suas propostas. Ontem mesmo, o prefeito Arthur Neto mandou transferir para hoje o registro de sua candidatura junto ao TRE para poder fazer também o registro do seu plano de governo, que agora será em ‘conjunto’ com o do seu vice Marcos Rotta.

@@@

Segundo nota da assessoria, a equipe ficou impressionada com a convergência de propostas de ambos os candidatos.

SILAS EMBOLA COM HISSA E HENRIQUE

Outro que tem agendado para hoje o registro de candidatura junto ao TRE, com o plano de governo, é Silas Câmara, que por sinal começa a ‘avançar’ na corrida eleitoral causando preocupação aos dois grupos que disputam a cabeça. Vindo ‘de trás’ Silas aparece tecnicamente embolado com ’ Hissa Abrahão e Henrique Oliveira, este ameaçado de sair da disputa por processo de improbidade movido pelo MPF.

AGIOTAS TIRAM PEIXE DE PESCADOR

O deputado Dermilson Chagas não gostou nada que o governo Michel Temer tenha liberado reajuste para várias categorias, mas continue negando o pagamento do seguro-defeso para os pescadores do Amazonas. Chagas denunciou que, por conta disso, agiotas estão sequestrando os cartões do Bolsa-Família de pescadores para garantir pagamento de dívidas, porque ele ficaram sem o seguro-defeso.

LÁ E CÁ

O candidato a vice Marcos Rotta participou do esforço concentrado na Câmara dos Deputados para a aprovação da Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, que trata da renegociação das dívidas dos Estados, mas veio ontem à noite para Manaus e hoje deve estar ao lado do prefeito Arthur Neto para registar a chapa.

BOSCO DEIXA BLOCO DO GOVERNO

Em vista do rompimento político do prefeito Arthur Neto com o governador José Melo, o tucano Bosco Saraiva teve de deixar o colegiado de líderes do governo na Assembleia. Ontem ele anunciou a desvinculação do cargo de vice-líder e foi elogiado pelo líder David Almeida, que reconheceu a postura honesta e ética de Bosco em deixar o cargo.

ARTHUR COM MAIS TEMPO

Com dez partidos em seu arco de alianças, o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), terá mais tempo que seus adversários no rádio e na TV quando começar o palanque eletrônico.

@@@

A vantagem deve-se ao fato de o prefeito possuir o maior número de legendas no seu arco de apoio: PMDB, PP, PRP, PSL, PHS, PTB, PPL, PPS, PTN e PV.

@@@

Depois de Arthur está a coligação de Marcelo Ramos com os partidos PR, PSD, DEM, PTdoB, PEN e PTC, DEM e PSD. O TRE-AM divulgará oficialmente o tempo de cada um após o dia 15 deste mês.

TSE USARÁ LEI DA FICHA LIMPA

Logo após o dia 15 de agosto, data final para solicitação do registro de candidaturas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) baixará a borduna em todos os gestores ou ex-gestores condenados por improbidade administrativa no âmbito do Tribunal de Contas da União (TCU), com trânsito em julgado, e que mesmo assim consolidaram suas pretensões em convenções partidárias.

@@@

O TSE determinará que todos os fora da lei, fichas sujas, deixem as arenas das disputas.

 

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.