Padre Fábio de Melo tem celibato questionado por Elisa Lucinda, que rebate críticas e afirma que sexo não é pecado

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

27/10/2021 13h37 — em Arte e Cultura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A poetisa, atriz e cantora Elisa Lucinda, 63, gerou polêmica ao deixar dois comentários em uma foto do padre Fábio de Melo, 50, afirmando não acreditar no celibato do religioso. Lucinda deu sua opinião em uma publicação feita nesta terça-feira (26), no Instagram do padre.

"O frango de botas", brincou Fábio de Melo na legenda do registro. "Estou te achando muito 'boy' e sedutor. Sou contra o celibato. Com todo respeito que te tenho, não acredito no teu. E concordo", escreveu a poetisa.

"Não deveria ser preciso negar a própria natureza, ser celibatário para ser um padre. Não faz sentido para mim", completou nos comentários. A fala da atriz dividiu opiniões nos comentários da publicação, entre pessoas apoiando e desaprovando o que foi dito.

"Padre não pode ser estiloso, mulher? Escolhas de fé independem de charme, pensa aí, garotinha!", disparou uma. "Seu comentário mostra uma total falta de respeito, já que ele é um padre. Você está desacreditando de um juramento sagrado", escreveu outro.

"Verdade! Não é padre faz muito tempo... para alegria de umas...", apoiou outra seguidora. "Antes dele ser padre, ele é homem. Se veste como tal... passou a época dos padres vestirem preto e longo, ou todo fechado", escreveu outra.

Após a repercussão dos comentários, Lucinda se pronunciou novamente na foto. "Imagine, gente, não há ofensa em minhas palavras. Não considero sexo pecado. Acho um atraso da igreja tal rito", começou.

"Adélia Prado diz que ou tudo é bento, ou nada é bento. E acho que este antagonismo entre fé e sexo, afasta os jovens, principalmente", refletiu. "Não estou intolerante e sim crítica. Eu conheço muita gente que o acha atraente e não vejo nenhum erro nisso", completou nos comentários.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Arte e Cultura