Compartilhe este texto

Netflix corta estupro sofrido por personagem de Klara Castanho em série, diz site

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

28/06/2022 15h06 — em
Arte e Cultura



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Netflix resolveu cortar cenas de um estupro que seria sofrido pela personagem de Klara Castanho na segunda temporada de "Bom Dia, Verônica", ainda sem data de estreia. As informações são do site Notícias da TV. Procurada, a Netflix ainda não havia respondido as solicitações.

Segundo a publicação, o assédio cometido pelo próprio pai da jovem será apenas sugerido e não mais mostrado. A primeira edição já foi feita nesse tom. A publicação indica que a plataforma tem tomado muito mais cuidado com o conteúdo delicado após a exposição do caso real que Klara contou ter sofrido. A atriz assinou com a Netflix antes de ter sido vítima da violência em sua vida particular.

Na trama, o personagem estuprador é interpretado por Reynaldo Gianecchini. Além de assediar a própria filha, de 18 anos (papel de Klara), ele também faz o mesmo com a mulher, personagem da atriz Camila Márdila.

Com o tempo, o líder religioso acima de qualquer suspeita que até então não levantará nenhuma desconfiança na comunidade sofrerá com uma caçada da polícia e deverá começar a ser desmascarado.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Arte e Cultura

+ Arte e Cultura