Compartilhe este texto

Felipe Neto sai em defesa de Paola Carosella e chama bolsonaristas de 'burros'

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/05/2022 16h35 — em
Arte e Cultura



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Felipe Neto, 34, se meteu em mais uma polêmica contra os defensores de Jair Bolsonaro (PL). Tudo começou depois que Paola Carosella, 49 foi alvo de ataques após a viralização de uma declaração da famosa chef de cozinha. Recentemente em uma entrevista, ela apontou dois motivos que atrapalhariam as relações com quem apoia o atua presidente do Brasil: "Porque é um escroto, ou porque é burro". Paola ainda garantiu que ninguém da sua família é apoiador de Bolsonaro.

O youtuber, então, usou as redes sociais para sair em defesa de ex-apresentadora do MasterChef Brasil da Band. "Paola Carosella está certíssima. Todo bolsonarista ou é escroto ou burro. O único erro dela foi porque eu colocaria um 'colossalmente' antes de cada adjetivo. Bolsonarista não é apenas 'escroto', é 'colossalmente escroto' ou 'colossalmente burro'", escreveu no Twitter.

"Morrendo de rir com bolsonaristas achando que vão cancelar uma das melhores chefs de cozinha do mundo. Só 36% do país aprova esse genocida aliado da milícia. Vocês não cancelam mais ninguém. Não conseguiram comigo e não conseguirão com a Paola", completou ainda Felipe Neto.

O trecho da entrevista ao podcast Diacast viralizou nas redes neste final de semana e muitos apoiadores do atual presidente passaram a criticar a chef. As palavras "escrota" e "argentina" chegaram a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta segunda-feira (23).

Alguns internautas chegaram a falar que Carosella, nascida na Argentina e naturalizada brasileira, deveria voltar para seu país de origem e sugeriram um boicote ao Arturito, restaurante da chef, em São Paulo.

Há duas semanas, Felipe Neto denunciou pelas redes sociais algumas ameaças que a mãe dele, Rosa, tem recebido via WhatsApp. Em uma mensagem cujo print foi compartilhado por ele, uma pessoa diz que pretende destruir a vida dela custe o que custar. Ele também a xinga e diz que nem "seus filhos vão te tirar dessa".

Neto afirmou que não era a primeira vez que algo dessa natureza acontecia. "Mais uma vez enviaram ameaças pesadas para a minha mãe. Já estamos tomando as providências. Descobrimos de onde veio, e minha mãe está indo na delegacia", escreveu ele reforçando que já são três anos de ameaças. "Vamos até o fim dessa vez. Chega de viver apenas com medo. Vamos vencer".



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Arte e Cultura

+ Arte e Cultura