Compartilhe este texto

Armie Hammer diz que se sente grato após acusações de canibalismo e assédio

Por Folha de São Paulo

16/06/2024 22h30 — em
Arte e Cultura



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em uma entrevista para o podcast "Painful Lessons", o ator americano Armie Hammer, que foi acusado de abuso sexual e de ter fantasias com canibalismo em 2021, disse que o ódio virtual que recebeu transformou a vida dele --e que ele é grato pelo que aconteceu.

"Hoje em dia eu consigo colocar em perspectiva e pensar que aquilo foi hilário. As pessoas me chamaram de canibal e todo mundo acreditou. Vocês sabiam que para ser um canibal você precisa comer pessoas? Foi tudo bizarro", disse.

Estrela do filme "Me Chame pelo seu Nome", Hammer estava em trajetória ascendente em Hollywood quando a sua carreira começou a desmoronar após denúncias de abusos.

A primeira delas foi publicada no Instagram em janeiro de 2021 por um perfil anônimo que se apresentava como sendo de uma ex-namorada dele.

No perfil, a pessoa escreveu que tinha tido um relacionamento de quatro anos com o ator, período no qual ele teria enviado textos explícitos e violentos sobre canibalismo, fantasias de estupro e desejo de beber o sangue dela.

Ainda em janeiro, uma ex-namorada reforçou que o ator alimentava fantasias canibais e que ele tinha comportamentos abusivos.

"O que quer que as pessoas tenham dito, o que quer que tenha acontecido, hoje eu estou em um lugar da minha vida no qual eu sou grato por tudo o que aconteceu. O lugar que eu estava antes de tudo acontecer não era bom", afirmou ele ao podcast.

Em maio do ano passado, ele foi inocentado das acusações de assédio sexual pela promotoria de Los Angeles. O órgão decidiu suspender o processo, após a polícia da cidade não reunir provas suficientes que provassem a ocorrência de um estupro.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Arte e Cultura

+ Arte e Cultura