Carlos Nobre e Renato Galvão ganham prêmio por defesa da Amazônia e ciência

Por Portal do Holanda

13/02/2021 10h52 — em Amazônia

Foto: Pixabay

Dois brasileiros estão entre os destacados neste ano pela importante Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS, na sigla em inglês) como pesquisadores de importância mundial.

"O professor Galvão defendeu a ciência sólida diante da hostilidade", afirmou Jessica Wyndham, da AAAS, durante o anúncio dos ganhadores nesta segunda-feira (08/02).

Em agosto de 2019, Galvão foi exonerado do Inpe após defender o trabalho de monitoramento do desmatamento da Amazônia feito pelo instituto há mais de 30 anos.

Semanas antes, o presidente Jair Bolsonaro havia dito que os dados de alerta – que apontavam para um aumento significativo da devastação – eram mentirosos e que Galvão estaria "a serviço de alguma ONG".

Multas por crimes ambientais foram praticamente suspensas, o Fundo Amazônia foi paralisado, funcionários de carreira do Ibama e do ICMBio perderam postos de comando, leis foram flexibilizadas, houve aumento de invasão de terras públicas.

Esse time se juntou o recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que traça um pacote de investimentos para apoiar a preservação da maior floresta tropical do mundo.

"Tivesse o governo adotado uma política mais inteligente, certamente teríamos um número bem menor mortes", pontua, lembrando que o vírus já matou mais de 230 mil pessoas no país.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazônia