Presidente do TJAM inicia mudanças no Fórum Henoch Reis

Por

11/07/2014 15h17 — em Amazonas

Nesta sexta-feira (11), a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargadora Graça Figueiredo, visitou o térreo e o subsolo do Fórum Henoch Reis. Devidamente acompanhada do desembargador Sabino Marques, que exerce a função de diretor da instituição, e também por arquitetos, ela sugeriu mudanças imediatas em vários setores do local.

“As mudanças são elementares e urgentes. Questões como segurança e acolhida das pessoas estão sendo debatidas para sabermos a melhor maneira de solucionar esses problemas”, afirma. Dentre as mudanças propostas pela presidente estão a saída do setor médico que, atualmente, ocupa o quinto andar e agora deve ir para o térreo, facilitando o acesso de ambulâncias e cadeira de rodas.

Outra medida a ser adotada diz respeito a segurança do local. O prédio deverá ganhar novas saídas de emergência e desobstrução do corredor que leva ao Tribunal do Júri por se tratar de uma rota de fuga. “A partir de segunda-feira começaremos a dar andamento aos projetos parados para melhorar do fórum”, diz a presidente.

O atual diretor do prédio, desembargador Sabino Marques, está com expectativas em relação as ações propostas pela presidente. “Essa é uma preocupação antiga, ainda da minha outra gestão, e que espero ser efetivado de fato. Sabemos que o prédio foi projetado com uma finalidade e, devido as necessidades que foram surgindo ao longo do tempo, ele acabou sendo 'mutilado' de tal forma que há um risco muito grande em todos os aspectos: saúde, segurança e higiene. Essas medidas vão resolver, em parte, os problemas atuais”, declara.

No subsolo é possível encontrar parte do estacionamento, a secretaria do depósito público e a seção de armas apreendidas durante as operações. De um lado é possível encontrar capacetes, pás, pés-de-cabra, entre outros. O armamento apreendido é todo armazenado e, em seguida, encaminhado ao exército para ser destruído. O próximo carregamento será enviado no mês de agosto e contará com 2.200 armas. Vale ressaltar que, na próxima semana, a presidente continua com sua visita ao fórum, mas por outros setores.