Operadora de telefonia tem 60 dias para melhorar internet no Amazonas

Por Portal do Holanda

31/03/2021 5h54 — em Amazonas

Foto: Pixabay

Manaus/AM - A Justiça do Amazonas decidiu que a prestadora de serviços telefônicos (Vivo) tem o prazo de 60 dias para melhorar o serviço de telefonia e de internet no município de Ipixuna, interior do Amazonas. Enquanto isso, a operadora deve publicar cartazes esclarecendo à população que oferece apenas a cobertura GSM, com tecnologia 2G, e implemente projetos de infraestrutura de banda larga e rede móvel. A determinação ocorreu após ação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

Além disso, a operadora deve fixar cartazes nos pontos de vendas de chips esclarecendo qual a qualidade do serviço na cidade. A empresa deve promover ainda a instalação de banco de baterias (nobreaks) capazes de manter o sistema da ERB em funcionamento por, pelo menos, três horas independentemente do fornecimento de energia elétrica.

O Ministério Público do Amazonas pede ainda que a rede assegure o acesso à internet móvel na área de cobertura, por meio de chip, tanto para o sistema pré-pago, quanto para o pós-pago. A prestadora do serviço está proibida de vender chips ou novas linhas fora do padrão do serviço, de fato, oferecido. A Vivo ainda pode recorrer da decisão.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas