Nota que coloca em xeque trabalho da Polícia em Manaus teve origem na Seai

Por Portal do Holanda

24/06/2021 12h35 — em Amazonas

Janio Oliveira - Foto: Reprodução

As falhas  operacionais  que resultaram na morte do motorista Sérgio Fragoso, que teve a casa invadida por policiais as 4 horas da manhã da ultima sexta-feira,  durante a operação “Coalizão do Bem” não pararam. Menos de uma semana após o episódio, com repercussões negativas, Jânio de Souza Oliveira, que se identificou como assessor da Secretaria de Segurança e emitiu uma nota em nome da instituição, contestando a participação direta da Secretaria de Inteligência no episódio, na verdade é assessor do  secretário adjunto da Seai, delegado Samir Freire.

Na nota, publicada pela coluna Bastidores e que o leitor pode ler AQUI, o assessor tenta minimizar o papel da secretaria e aponta inclusive o nome do responsável pelo tiro contra o motorista, mas de forma errada.  Na verdade, o autor do disparo foi o policial conhecido pelo apelido de Pakla e não Alan como consta da nota. 

O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público e Defensoria Pública, que busca reparação por danos causados à família do motorista..

O aplicativo utilizado pelo assessor do secretário Samir  é o WhatsApp  de número 9111-70…

LEIA MAIS: Polícia matou inocente durante operação  em Manaus

LEIA MAIS: Falta inteligência ao governador do Amazonas


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas