Médico afastado por desligar oxigênio de pacientes no AM sofre ameaças

Por Portal do Holanda

28/02/2021 10h29 — em Amazonas

Oziel deixou Parintins - Foto: Reprodução

Manaus/AM - O médico Oziel Souza, que foi afastado do cargo após acusações de desligar oxigênio de pacientes em um hospital de Parintins, afirma que teve deixar a cidade porque estava recebendo ameaças de morte. 

Souza afirma que as ameaças estavam sendo feitas sempre por meio de ligações de números desconhecidos. De acordo com ele, o caso foi denunciado e a Polícia Federal está no comando das investigações e que deve ouvir seu depoimento nas próximas semanas.

O médico sustenta que sua saída do Hospital Jofre Cohen se deu porque ele descobriu um esquema de irregularidades e não porque teria desligado o oxigênio de pacientes

Oziel se defende dizendo que estava tentando salvar os pacientes de outros problemas de saúde causados pelo excesso de oxigenoterapia e de ventilação mecânica que estavam os tornando dependentes dos aparelhos.

Ele pontua que tentou iniciar o desmame deste pacientes, mas foi mal interpretado pelos acompanhantes. Souza relata ainda que” poderosos da saúde” se beneficiam desse problema através de uma rede de irregularidades.

E que por descobrirem esta organização e estarem com medo de represálias, outros médicos também teriam pedido demissão e deixado a cidade. 

O caso do médico ganhou repercussão após denúncias de vários familiares de pacientes que estavam no hospital e afirma terem testemunhado o médico desligando o oxigênio levando a piora instantânea dos mesmos.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas