​Jogo dos Estados Unidos em Manaus terá segurança de militares americanos

Por

08/06/2014 8h03 — em Amazonas

Manaus - O jogo do dia 22 de junho em Manaus, entre Estados Unidos e Portugal, pela primeira fase da Copa do Mundo 2014, contará com um esquema de segurança montado pelos americanos. Está previsto para chegar a cidade  quatro dias antes da partida, dois aviões  Hércules trazendo militares  e funcionários das agência de inteligência dos EUA. 

Na prática, os americanos coordenarão e supervisionarão o trabalho dos “stewards”, seguranças privados desarmados contratados pelo comitê organizador local da Fifa.  A justificativa dos americanos é que, em qualquer parte do mundo, especialmente em grandes eventos, seus cidadãos sempre são alvos ou correm risco de atentados. 

A segurança do interior e do entorno do  estádio  – o  chamado “perímetro de segurança” –  não terá a ingerência de autoridades brasileiras  ( exceto se convocadas)  ficando   a cargo  dos agentes privados contratados  pelo COL.

Os “stewards” também responderão pela segurança das oito  seleções nos centro de treinamento e nos hotéis onde as delegações se hospedarem em Manaus, assim como nas demais subsedes.

A Fifa, que vai controlar a entrada na Arena Amazônia, também vai impedir o acesso ao estádio de   torcedores vestindo uniformes de seleções ou qualquer objeto que levem a sua marca e apresentem falsificações.

O torcedor terá a opção de jogar a falsificação e entrar no estádio ou voltar para casa.

os jogos programados para a Arena Amazônia são:

14 de junho, sábado, às 18h:  Inglaterra e Itália, pelo Grupo D.

18 de junho, quarta-feira, às 18h:  Camarões e Croácia  

22 de junho, domingo, às 18h: Estados Unidos e Portugal.  

dia 25 de junho, quarta-feira: 16h: Suíça e Honduras  

+ Amazonas