“Eu vou discutir propostas”, afirma Melo sobre campanha

Por

07/07/2014 16h51 — em Amazonas

O governador do Amazonas, José Melo (Pros), candidato a reeleição para o Governo do Estado, afirmou nesta segunda-feira, dia 07 de julho, em entrevista a Rádio Tiradentes FM que sua campanha eleitoral será focada na discussão de propostas e na apresentação das ações do Governo que resultaram em avanços para a população amazonense nos últimos quatro anos. “Ninguém vai me levar para lama. Eu vou discutir propostas. Propostas na saúde, na educação, na segurança, no social, discutir as propostas para o meu caboclo do interior de como resolver os problemas deles”, enfatizou.

 

José Melo concedeu entrevista ao programa Manhã de Notícias, apresentado pelos radialistas Marcos Santos e Ronaldo Tiradentes, ao lado do candidato a vice-governador na chapa, o deputado federal Henrique Oliveira (SDD), e adiantou que vai participar de todos os debates. Em sua primeira entrevista após o registro da candidatura, José Melo disse estar confiante com a disputa eleitoral por ter experiência e preparo para governar o Amazonas e por apresentar a sociedade amazonense um projeto de governo pautado em políticas públicas nascidas das necessidades da população.

 

“Conseguimos fazer uma bela coligação que, se Deus quiser, vai sair vitoriosa. Estou muito animado. Escolhi a vida pública, ser político, e a vida inteira lutei por isso. Tenho experiência e conhecimento para governar. Conheço meu estado, tenho políticas públicas corretas e importantes para o crescimento não só para o dia de hoje, mas olhando para o futuro dos nossos filhos”, disse.

 

José Melo destacou que teve um aprendizado importante com o Omar Aziz. “Fizemos um governo voltado para o povo, focado na criação de oportunidades. Por isso, fomos bem avaliados e o Omar saiu como o governador mais bem avaliado do país. Nossas políticas públicas foram traçadas a partir das experiências que tivemos com o povo e não em gabinetes. Para construir meu plano de governo, fiz a mesma coisa. Tenho andado, conversado com as pessoas, com os segmentos, e com eles construindo um plano de governo”, reforçou o candidato.

 

Segundo José Melo, além do fortalecimento de programas nas áreas de saúde, educação, segurança e no social, o plano de governo da candidatura prioriza o desenvolvimento econômico, buscando meios para viabilizar a implantação das indústrias gás-química, de cosméticos, fertilizantes, fruticultura e a piscicultura.

 

Durante a entrevista, José Melo disse que sua campanha também será pautada pela apresentação do balanço das ações realizadas na gestão feita ao lado de Omar Aziz, candidato ao Senado pela coligação, de quem Melo era vice-governador antes de assumir o governo em abril deste ano. “A comparação vai ser muito importante. Fizemos muito mais e tivemos apenas quatro anos”.

Educação, saúde e segurança foram usados como exemplo. Na saúde, Melo destacou a inauguração de 12 novos hospitais no interior do Estado e do Pronto Socorro da Zona Norte de Manaus, além da ampliação do Hospital Francisca Mendes com equipagem para realização de transplantes de coração. Entre os avanços na segurança, Melo ressaltou a duplicação do efetivo da polícia militar e da polícia civil, a expansão de 17 para 30 Dip’s em Manaus, a reforma do Ciops e a construção do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, além da implantação do programa Ronda no Bairro em Manaus e no interior.

 

“Na educação, construímos mais escolas de tempo integral. No nosso governo, construímos 20 contra sete do anterior. Readaptamos outras 20 escolas para funcionar como escola de tempo integral, contra nove do governo anterior. Duplicamos o centro de mídias, fizemos o plano de cargos, carreiras e salários da educação, fizemos as promoções horizontais, verticais, estamos oferecendo quase 6,7 mil vagas para a pós-graduação. Na educação, não tem nem como comparar”, disse.


 

A coligação “Fazendo Mais por Nossa Gente” engloba 16 legendas. Além do Pros, do governador José Melo, e do Solidariedade (SDD) do deputado Henrique Oliveira, o grupo é composto pelo PSD do ex-governador e candidato ao senado, Omar Aziz, pelo PSDB, do prefeito Arthur Virgílio, e também pelo PR, PTdoB, DEM, PTC, PRP, PSL, PSC, PTN, PHS, PRTB, PV e PEN. O grupo terá cinco coligações para deputado estadual com 325 candidatos. Para a disputa às vagas na câmara federal, a coligação será em chapa única com 24 candidatos a deputado federal.