Estudantes avaliam impactos ocasionados pelo aquecimento global

Por

06/06/2014 16h29 — em Amazonas

Com o tema “Uma Verdade Inconveniente” a escola estadual Governador Melo e Póvoas, localizada no bairro de Santo Antônio promoveu nesta semana um atividade temática suscitando junto aos alunos um maior entendimento sobre meio-ambiente, sustentabilidade e biodiversidade.
 
A programação foi motivada pela Semana do Meio Ambiente, celebrada de 2 a 7 de junho em toda rede pública estadual de educação.  
 
Na escola estadual Melo e Póvoas, a temática escolhida para ser trabalhada pelos estudantes, segundo a coordenadora do projeto e professora de Biologia, Erika Silva Brandt, foi inspirada no documentário, de mesmo nome “Uma Verdade Inconveniente”, apresentado pelo ex-vice presidente dos Estados Unidos, Al Gore, acerca do aquecimento global.
 
“O documentário revela maneiras de combater o aquecimento global, um problema gravíssimo, que embora muitos conheçam, poucos sabem o que fazer para contê-lo. A alternativa é a mudança de postura para mudar a realidade”, afirmou a professora.
 
Divididos em turmas, os alunos desenvolveram atividades relacionadas aos temas: ‘História do dia 5 de Junho (Dia do Meio Ambiente)’, ‘Protocolo de Kyoto e Eco 92’, ‘Turismo Ecológico’, ‘Reaproveitamento dos alimentos do Amazonas’, ‘Aquecimento Global’, ‘Importância da Água’, ‘Sustentabilidade’ e ‘Rio +20’.
 
O gestor da escola, Jaime Penedo da Silva, também destacou a importância da abordagem dos temas junto aos jovens. “A escola tem esse papel, de mostrar a diversidade ecológica, as questões ambientais e como essa situação está bastante desgastada atualmente. Os alunos se engajaram bastante para esse projeto e tudo que foi trabalhado aqui vai servir, inclusive, como base teórica para as provas do Enem”, pontuou.
 
Projetos – Evidenciando a questão da Sustentabilidade e Meio Ambiente, a aluna do 3º ano do Ensino Médio, Jhayna Costa Barbosa contou como foi a experiência ao desenvolver essa atividade. “Precisamos ter, a partir desse momento, a consciência de que cuidar do meio em que vivemos, deve fazer parte da nossa vida, não só no presente, mas em preparação para o futuro. A escola está bastante engajada nessa proposta. Queremos conscientizar as pessoas, porque vemos todos os dias os problemas relacionados à questão ambiental crescendo e temos que despertar para que a preservação aconteça agora”, disse.
 
Outro estudante que esteve bastante motivado com a ação escolar foi Júlio César de Amorim, que como parte do projeto, realizou uma visita ao Instituto Nacional e Pesquisas da Amazônia. “A visita foi muito boa. Tivemos a oportunidade de conhecer os animais, plantas e toda a biodiversidade lá presente. O Inpa é um lugar muito importante, porque eles trabalham com pesquisa e mostram a importância da ecologia, da preservação das espécies. Gostei muito da experiência e de trabalhar essa temática na escola”, afirmou.
 
A escola estadual Melo e Póvoas pertence à Coordenadoria Distrital 5 da Secretaria de Estado de Educação. 

+ Amazonas