Equipes amazonenses conquistam mais de 10 medalhas no Brasileiro Regional de Wrestling

Por Portal do Holanda

19/09/2021 22h31 — em Amazonas

Foto: Divulgação

Manaus/AM - Lutadores de Atalaia do Norte e Benjamin Constant, municípios do interior do Amazonas, brilharam, neste sábado (18), na disputa do Campeonato Brasileiro Regional de Wrestling – Região V. Além dos amazonenses, a competição reuniu atletas de outros nove estados do país, no ginásio Renné Monteiro.

O regional de luta-livre contou com a participação de 143 lutadores divididos nas categorias etárias Infantil, U-15, Cadete, Júnior e Sênior, masculino e feminino. O campeonato somou pontos no ranking da CBW que vai definir os postulantes do Programa Bolsa Atleta.

“Foi a primeira vez que aconteceu um evento nacional em Manaus. O Brasil todo veio para cá. Para mim o que mais se destaca é a participação do interior do Amazonas com um nível altíssimo de luta”, afirmou Flávio Cabral, presidente da Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle).

A equipe de Atalaia faturou 18 medalhas, sendo 13 de ouro, três de prata e duas de bronze. Uma das campeãs foi Ana Clara, de 13 anos, primeira colocada na categoria Sub-15 até 62kg. O time de Benjamin Constant também vai levar 18 medalhas para casa. Foram nove de ouro, sete pratas e duas medalhas de bronze. 

Protocolo – Os eventos realizados nas praças esportivas seguem as medidas estabelecidas pela Portaria nº 109/2021, que define protocolos de biossegurança no combate à Covid-19 para retomada das competições, treinamentos e práticas esportivas no estado.

Resultados – Os resultados completos do Campeonato Brasileiro Regional de Wrestling – Região V estarão disponíveis no site oficial da CBW (www.cbw.org.br)


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas