Alunos da rede pública estadual participam do projeto ‘Escola do Meio Ambiente’

Por

25/06/2014 16h57 — em Amazonas

Com o objetivo de implementar um espaço de divulgação e sensibilização acerca das questões ambientais, 17 escolas da rede pública estadual da zona leste de Manaus estão desenvolvendo o projeto “Escola do Meio Ambiente”.

O projeto interdisciplinar, que teve início em abril, é realizado em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas e consiste em aulas práticas voltadas para a educação ambiental, proporcionando aos alunos a percepção da importância de pensamento e ação voltados para a sustentabilidade e preservação do meio em que vivem. Nas escolas estaduais Maria Madalena e Padre Luís Ruas a ação educacional é coordenada pelos professores Megara Barbosa da Silva e Roberto Araújo da Silva, tendo a participação efetiva de aproximadamente 280 alunos dos ensinos fundamental e médio.

A principal proposta do projeto é promover o interesse do aluno pelas aulas, pois nem sempre as explanações teóricas oportunizam um aprendizado eficaz. De acordo com a professora Megara Barbosa, “a abordagem dos temas transversais, trabalhados, inclusive, na rede estadual de ensino, possibilita aos estudantes um despertar para a realidade em que vive”. Também participam do projeto estudantes das seguintes escolas: Colégio Amazonense Dom Pedro II, Instituto de Educação do Amazonas, escolas estaduais Altair Severiano Nunes, Manuel Severiano Nunes, João Braga, Sólon de Lucena, Leonilla Marinho, José Bernardino Lindoso, Francisca Botinelly, Antenor Sarmento, Dom Milton, Senador João Bosco Ramos de Lima, Luizinha Nascimento, André Vidal de Araújo e Francisco de Albuquerque.

Oficinas – Desde o mês de abril o projeto “Escola do Meio Ambiente”, tem desenvolvido oficinas práticas, abordando temas variados voltados ao meio ambiente, dentre os quais:a importância da água, impactos ambientais, Zona Franca de Manaus e outros. Na primeira quinzena de junho, antes do recesso escolar, foi realizado na Escola Normal Superior da UEA o evento de culminância do projeto com a premiação dos alunos que se destacaram em cada oficina. Também foram entregues certificados de participação no projeto e medalhas a alunos que se destacaram.

Aluna do 3º ano do ensino médio, Jordana Menezes do Nascimento, 17, conta que a experiência em participar do projeto foi bastante positiva. “A proposta do projeto me interessou desde o início, porque eu sabia que nas oficinas encontraria conhecimentos que eu precisava. Conteúdos, inclusive, que servirão para as provas do vestibular”, afirma. Outro projeto com propostas similares é o “Clube da Ciência”, que terá início em agosto, segundo os professores coordenadores.