Web Série Documental Rebujo Negro será lançado neste sábado

Por Portal do Holanda

26/12/2020 10h17 — em Agenda Cultural

Foto: Hudson Neris / Karen Francis

Manaus/Am - Neste sábado (26), a partir das 17h, a websérie Rebujo Negro será lançada nas plataformas digitais da Casa Criativa. O projeto documental foi contemplado pelo Edital Conexões Culturais 2020, da Lei Aldir Blanc, tem o apoio da Prefeitura de Manaus e do Governo Federal e é uma realização da Casa Criativa Vila Vagalume 80.

O projeto “Rebujo Negro” consiste em uma minissérie documental, idealizada e dirigida pelo cantor, compositor e produtor audiovisual Andreas Dominique, artista residente na Casa Criativa Vila Vagalume (Avenida Padre Agostinho Caballero Martin, 234, São Raimundo).

O projeto contará a história de cinco artistas que se reconhecem como afro-ameríndios como Gean Melo, Marcela Ruanne, Vivian Gramophone, Ramon Marola e Karen Francis, que compartilharão suas experiências de vida artística em Manaus e as possibilidades de ter a arte como meio de vida.

Andreas explica que o nome do projeto é uma analogia entre o fenômeno “rebujo” e a história dos povos negros e indígenas em Manaus. “O Rebujo é um fenômeno natural que acontece nos rios, quando algum obstáculo se impõe, atrapalhando o curso natural da água, causando desordem e revolta em determinado trecho do rio. Comparo esse fenômeno com o apagamento histórico que se deu através de diversas formas de opressão ao longo da colonização e escravização dos povos negros e indígenas”.

Para Gean Melo, natural do município de Tapauá, acadêmico de Filosofia pela UFAM, cantor e compositor, o registro representa um acervo importante para a história de artistas do norte. “Em primeiro lugar, foi uma honra estar entre os artistas que estão no projeto, incluindo os artistas por trás das câmeras. Estar associado a essas pessoas, de alguma forma, realiza meus sonhos. Rebujo Negro é um projeto importantíssimo e muito bem organizado pra catalogar o que o Amazonas oferece de arte ao mundo. Agora todos têm um acervo onde podem pesquisar e conhecer artistas amazonenses de alto nível, estando em qualquer lugar do mundo. Isso me deixa feliz”, conta.

Segundo Dominique, o objetivo principal é difundir conteúdos e narrativas de povos da Amazônia, mostrando a relevância de sua arte para a cultura brasileira, além de estimular, através de representatividades afro-ameríndias, o autoconhecimento e autoestima dos espectadores, rompendo com a normatividade e padrões de existência vistos apenas pela ótica eurocêntrica.

Os cinco episódios serão disponibilizados no Canal do You Tube da Vila Vagalume (https://youtube.com/c/VilaVagalume80  , a partir das 17h. O lançamento limita-se a ser apenas de forma online devido ao novo decreto estadual para deter o avanço da pandemia de Covid-19.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Agenda Cultural