Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Organizações sociais podem concorrer a edital de fomento em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Manaus/AM - Até o dia 8/10, as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que possuem projetos destinados à qualificação e geração de renda; inclusão social de crianças e adolescentes; de jovens e adultos; de idosos; de pessoas com deficiência e defesa de direitos humanos podem concorrer ao edital de fomento, da Prefeitura de Manaus. O edital no valor de R$ 6 milhões irá contemplar projetos de até R$ 190 mil, cada.

Cada organização social poderá apresentar um projeto ao Fundo Manaus Solidária, que deve ser executado no prazo de até 11 meses. As propostas devem ser entregues, conforme o edital, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h, na sala da diretoria-executiva do Fundo Manaus Solidária, na avenida Brasil, 1º andar, Compensa, zona Oeste.

De acordo com a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, é indiscutível o valor que as organizações têm para a sociedade, especialmente porque atuam em complementação às ações e projetos executados pelo poder público.

Primeiro edital

O primeiro Edital de Fomento do Fundo Manaus Solidária foi lançado no final do ano passado, com o valor global de R$ 5,7 milhões, contemplou 31 projetos com o valor máximo de R$ 180 mil cada um e beneficiou mais de seis mil pessoas.

Todas as informações referentes ao Edital de Chamamento Público nº 001/2019-FMS, para a seleção de projetos apresentados por OSCs estão disponíveis no site www.manaussolidaria.org.

 

Eixos de atuação:

·      Eixo I – Qualificação e Geração de renda – voltados à formação e qualificação profissional de pessoas em situação de vulnerabilidade social, no sentido de possibilitar a sua capacidade de geração de renda e de inserção no mundo do trabalho.

·     Eixo II – Inclusão social de crianças e adolescentes – voltados à inclusão social de crianças e adolescentes, até 18 anos incompletos, no sentido de garantir-lhes seus direitos humanos e a condição de dignidade humana, por meio do acolhimento ou fortalecimento de vínculos.

·      Eixo III – Inclusão social de jovens e adultos – voltados à inclusão social de jovens e adultos em situação de risco ou vulnerabilidade social, até 60 anos incompletos, no sentido de garantir-lhes seus direitos humanos.

·     Eixo IV – Inclusão social de idosos – voltados à inclusão social de idosos em situação de vulnerabilidade social, vítimas de abandono ou de violência doméstica, no sentido de restituir-lhes a condição de dignidade humana, por meio do acolhimento ou fortalecimento de vínculos.

·    Eixo V – Inclusão social de pessoas com deficiência – voltados à inclusão social de pessoas com deficiência, de qualquer natureza, no sentido de restituir-lhes a condição de dignidade humana e de garantir-lhes o acesso aos seus direitos fundamentais.

·       Eixo VI – Defesa de Direitos – voltados à defesa dos direitos humanos de mulheres em situação de vulnerabilidade social, pessoas com HIV/Aids, negros, indígenas, população LGBT, população em situação de rua ou migrantes, por meio de atividades inerentes à formação de pessoal, produção e veiculação de material informativo nessas áreas ou atendimento direto ao público-alvo.

 

Caso da busca na casa de Igor e Paola Valeiko: Promotor errou, mas juiz errou mais

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.