×
MENU

Camiseta infantil causa polêmica na grife de Luciano Huck

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Uma camiseta infantil da grife de Luciano Huck, a "Use Huck", está causando polêmica pela internet. 

Isso porque a blusa à venda no site, traz a frase "Vem ni mim que eu tô facin", sendo usada por uma modelo infantil. 

Alguns internautas não gostaram nada, nada, da situação, e o nome de Huck foi parar nos tópicos mais comentados do Brasil no Twitter. 

Percebendo a enxurrada de comentários negativos, o site do apresentador ficou fora do ar durante uma hora, e só voltou quando já tinha retirado o produto da venda. 

Luciano Huck não quis se manifestar sobre o assunto, mas o sócio do apresentador na marca, o estilista Rony Meisler, pediu desculpas o que chamou de "lamentável erro", comunicou que a arte foi aplicada indevidamente na camisa infantil, e que as estampas são aplicadas digitalmente na foto, por isso o erro não havia sido percebido até então.

 

Confira na íntegra o comunicado enviado por Rony Meisler:

"Pedimos profundas desculpas sobre a camiseta Vem Ni Mim Que Tô Facinha e sentimos muito por todos que foram ofendidos pela imagem. Este comunicado não tem o objetivo de justificar o injustificável, mas apenas de explicar o motivo do erro para que fique claro que não houve qualquer intenção maldosa. Não nos eximimos do erro, nem de qualquer responsabilidade, mas é importante esclarecer que não houve a intenção de ofensa. É comum em e-commerce que as artes das estampas sejam aplicadas posteriormente sobre fotos dos modelos com camiseta branca, conforme o exemplo abaixo. Por erro nosso, todas as artes de carnaval (inclusive e infelizmente, esta arte) foram aplicadas sobre a coleção infantil e disponibilizadas no site sem a devida revisão. Assim que percebemos esse lamentável erro, imediatamente retiramos a imagem do ar e decidimos escrever essa carta para explicar tecnicamente o problema conjuntamente com um pedido de desculpa pela falta de bom senso e pelo descuido. Obviamente, não fosse o erro, nem a USEHUCK, nem qualquer outra marca teria a intenção de usar uma imagem como essa para vender camisetas ou para qualquer outro fim".