Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Severiano Mário Porto ganha exposição comemorativa aos seus 87 anos

Publicado

em

Foto: Reprodução

Com 87 anos recém completados, Severiano Mario Porto, conhecido como o ‘arquiteto da Amazônia’, ganha uma exposição fotográfica inédita com 16 quadros que retratam suas principais obras. A mostra, gratuita, é promovida pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas (CAU/AM) e estará em exibição de 24 de fevereiro a 12 de março, no corredor da nova expansão do Amazonas Shopping, em frente à livraria Leitura.

O projeto é assinado pelos arquitetos e urbanistas Gonzalo Renato Nunez Melgar e Heraldo Costa dos Reis, em conjunto com a fotógrafa Iuçana Mouco, e é uma homenagem a Porto, que residiu no Amazonas por mais de três décadas, deixando um grande legado de obras arquitetônicas contextualizadas com a região, sempre respeitando o meio ambiente.

Para Reis, além do aniversário de Severiano, ocorrido dia 19 de fevereiro, a 1ª edição da Exposição Itinerante ‘Severiano Mario Porto’ também é comemorativa ao primeiro ano do tombamento de mais de 20 edificações projetadas pelo arquiteto em Manaus e municípios vizinhos.

“Ano passado, o CAU conseguiu essa vitória e agora precisamos chamar atenção para isso. O objetivo é reviver e redescobrir os projetos de Severiano, pois muitos já foram destruídos. Um exemplo é o Projeto de Proteção Ambiental de Balbina, que está se perdendo e precisa ser valorizado”, destaca Heraldo.

A composição dos quadros que serão expostos durou aproximadamente um ano e, segundo o arquiteto, a concepção da mostra surgiu após ele e Iuçana Mouco se juntarem para fotografar com objetivos diferentes.

 “Começamos a fazer as fotos há mais de um ano, pois a Iuçana está com um projeto de produzir uma linha de joias com as formas e traços das obras de Severiano. E eu, como arquiteto, estava criando um acervo, assim como o Gonzalo. Por isso resolvemos juntar os interesses e prestar esse reconhecimento pelo trabalho dele”, explica.

Entre as principais edificações de Severiano Mario Porto, retratadas na exposição, estão o Estádio Vivaldo Lima, que foi demolido, a Sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e o campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), assim como o Fórum Henoch Reis, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), e Centro de Proteção Ambiental de Balbina, entre outros.

O arquiteto e urbanista Severiano Mário Vieira de Magalhães Porto, vive atualmente no Rio de Janeiro (RJ), onde mora com a família, mas nasceu em Uberlândia (MG). Formado em arquitetura pela Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil, atual UFRJ, mudou-se para a capital amazonense em 1965, onde desenvolveu obras e projetos por mais de 30 anos.

Mesmo com a modernidade com o uso do concreto, os planejamentos do arquiteto também procuravam destacar a natureza, utilizando-se de materiais abundantes na região Norte, como palha e madeira. Severiano foi premiado diversas vezes, inclusive o Estádio Vivaldo Lima, substituído pela Arena da Amazônia, recebeu menção honrosa pelo Instituto Arquiteto do Brasil (IAB).

Na defesa da ZFM, falta um telepronter para Wilson Lima no palco de Brasília

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORAH H ENTREVISTA: DR. EULER RIBEIRO, GERIATRA E GERONTÓLOGO

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.