Médico tem suspenso direito de exercer medicina

17/03/2014 às 15h46

Manaus/AM – O médico Joacy da Silva Azevedo teve suspenso o exercício da medicina por decisão da juíza Patrícia Macêdo de Campos,   da 3ª Vara do Tribunal do Júri. A decisão aconteceu na última sexta-feira, dia 14 e o Conselho Regional de Medicina está sendo informado.

O médico Joacy da Silva Azevedo esteve envolvido em casos que foram muito divulgados em Manaus, como o do cantor Casagrande, a morte de Mictchell Henrique Mário Viana, a deformação de Anselmo Matos da Silva e, por fim, a morte da criança de cinco anos, Bruna Paloma Monteiro Brasil.

Bruna Paloma morreu aos cinco anos de idade

Bruna, de acordo com informações prestadas por sua mãe, Daniela Brasil, foi hospitalizada no fim de julho de 2008 para fazer cirurgia das amígdalas e teve uma parada cardíaca não percebida pelo médico Joacy Azevedo.

Ela ficou internada de 25 de julho de 2008 até 1º de agosto daquele ano, quando morreu, já no hospital Santa Júlia, para onde a mãe a transferira pela precariedade do atendimento no hospital São Lucas da Praça 14, onde fora inicialmente internada.

Falando em nome do médico Joacy Azevedo, sua mulher, Elizabete Bezerra Azevedo, informou ao Portal do Holanda que o advogado responsável pelo caso, Bartolomeu Azevedo Júnior, não foi notificado sobre o andamento do processo e já entrou com as medidas legais cabíveis à decisão da juíza Patrícia de Campos.

O médico Joacy Azevedo continua, até a tarde desta segunda-feira, 17, atendendo normalmente em seu consultório.

Rádio Portal do Holanda

Curta o Portal no Face