SP tem menor taxa de ocupação de UTI para Covid em 2021

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

03/08/2021 11h36 — em Variedades

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O estado de São Paulo registrou pela primeira vez neste ano menos de 50% de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados a pacientes com Covid-19.

Nesta segunda-feira (2), a taxa de ocupação atingiu 49,2%, de acordo com a Secretaria da Saúde. Em todo o estado, 10.156 pacientes estão internados devido ao coronavírus. Desses, 5.276 estão em leitos de UTI e há outros 4.880 em enfermarias de todo o estado.

A redução de hospitalizações vem sendo observada nas últimas semanas e é, segundo o estado, reflexo do avanço da vacinação. No dia 26 de julho, a taxa era de 51,8%, ante 64,6% em 12 de julho, ainda conforme dados da secretaria publicados na plataforma coronavírus da Fundação Seade.

Durante toda a pandemia, o estado de São Paulo registrou 4.063.680 casos de Covid-19, com 139.059 óbitos.

No Brasil, somente três capitais -Rio de Janeiro, Goiânia e Palmas- estão com leitos de UTI para casos críticos da Covid-19 ocupadas em níveis superiores a 75%, segundo levantamento da Folha com dados referentes ao último dia 26.

No outro extremo, em situação mais confortável de ocupação estão Rio Branco (24%) e João Pessoa (25%).

A cidade do Rio de Janeiro, que na última semana de julho paralisou a campanha de vacinação por falta de doses, teve um leve aumento na ocupação das UTIs nas últimas duas semanas do mês, passando de 86% para 90%.

Desde julho, no entanto, as capitais brasileiras vêm apresentando queda na taxa de ocupação das UTIs Covid. Em abril deste ano, em um dos momentos mais críticos da pandemia, 22 das 27 capitais tinham UTIs com lotação de 90% ou mais.

No estado de São Paulo, o número de hospitais com ocupação integral de leitos exclusivos para Covid-19 caiu 80% na primeira quinzena de julho em comparação com o começo de abril, segundo a secretaria estadual.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Variedades