Compartilhe este texto

Ônibus é incendiado na avenida Brasil, no Rio, após mortes em operação policial

Por Folha de São Paulo

17/06/2024 18h15 — em
Variedades



RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um ônibus foi incendiado na avenida Brasil, na altura da comunidade do Batan, em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (17).

Pneus em chamas também foram jogados na via, que é uma das principais da cidade e faz ligação entre as zonas norte e oeste e a região central da capital.

A ação, segundo a Polícia Militar, ocorreu "por ordem do tráfico de drogas" em represália à operação policial realizada na região no domingo (16). Na ocasião, três suspeitos foram mortos em confronto com os agentes.

A fumaça se espalhou rapidamente na via expressa, que chegou a ficar interditada nos dois sentidos. Bombeiros foram acionados por volta das 10h50 da manhã e não houve registro de feridos.

O ônibus, destruído pelas chamas, foi retirado do local ao meio-dia e o trânsito foi liberado por volta das 13 horas.

De acordo com a Rio Ônibus, o veículo incendiado é da linha 770, que faz o trajeto Campo Grande x Coelho Neto. Este é o oitavo ônibus incendiado em 2024. Nos últimos 12 meses, 32 carros já foram queimados.

Em nota, a concessionária disse que repudia mais um episódio de violência e reitera a necessidade de ações efetivas por parte das autoridades de segurança pública da cidade.

A PM informou que equipes do Batalhão de Bangu e do Batalhão Especial de Rondas e Controle de Multidões foram acionados para liberar a via expressa, e o policiamento foi reforçado na região.

Essa é a segunda vez em menos de uma semana que as pistas da avenida Brasil são interditadas em razão de ações de violência. Na última terça-feira (11) outro ônibus foi incendiado na via, na altura da Fiocruz, em represália a uma operação no complexo da Maré, na zona norte do Rio. Na ação, dois civis e um policial foram mortos. Criminosos também fecharam as linhas Vermelha e Amarela.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Variedades

+ Variedades


22/07/2024

Correção